Verdão defende retrospecto positivo em 10º reencontro com o Peñarol pela Libertadores

Depois de ter vencido por 3 a 2 com um gol já nos acréscimos no Allianz Parque, o Palmeiras volta a enfrentar o Peñarol nesta quarta-feira (26), às 21h45 (horário de Brasília), no Campeón del Siglo, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. Será o 10º duelo entre as duas equipes pelo competição sul-americana e a vantagem é alviverde: seis vitórias, um empate e apenas duas derrotas.

No primeiro confronto pela Libertadores, porém, deu Peñarol. Pela decisão de 1961, vitória dos uruguaios em casa por 1 a 0. Na volta, o Peñarol segurou o empate em 1 a 1 e garantiu o título do torneio pela segunda vez em sua história. Depois, a equipe ainda conquistaria a taça mais três vezes.

Sete anos depois, o Verdão deu o troco ao vencer os dois jogos (1 a 0 e 2 a 1) pela semifinal do torneio continental. Em 1973, pela fase de grupo, o Palmeiras teve mais dois triunfos contra o Peñarol. Pelas oitavas de final de 2000, novamente o clube alviverde avançou. Depois de perder o jogo de ida por 2 a 0, venceu por 3 a 1 no Palestra Italia e, nos pênaltis, chegou às quartas de final 

Felipe Melo - Palmeiras x Peñarol - 12/04/2017

(Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

No histórico geral do confronto o Verdão também leva vantagem. Em 22 partidas, são dez vitórias alviverdes, nove empates e apenas três derrotas contando com a do primeiro duelo entre os dois em janeiro de 1947 quando o Peñarol venceu por 1 a 0 pela Taça do Atlântico.

Com sete pontos, o Verdão ficará muito próximo da classificação em caso de vitória e até de empate. Se perder, porém, terá os três adversários da chave na sua cola.