Entenda por que o Palmeiras contratou Carlos Eduardo e Felipe Pires

Yahoo Esportes
Carlos Eduardo e Felipe Pires, os dois primeiros da esquerda para direita (Guilherme Rodrigues/Futura Press)
Carlos Eduardo e Felipe Pires, os dois primeiros da esquerda para direita (Guilherme Rodrigues/Futura Press)

Definitivamente, o Palmeiras errou em 2019 na busca por atacantes de velocidade. E Carlos Eduardo e Felipe Pires são as maiores provas disso. Mas de quem foi a responsabilidade por essas contratações? E por que Bruno Henrique, na época no Santos, não esteve em pauta?

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O Blog apurou que a opção por Carlos Eduardo foi de Luiz Felipe Scolari. O então treinador do Palmeiras assegurou para a diretoria que o ponta- direita seria fundamental para o estilo de jogo que ele pretendia implantar no Palmeiras de 2019.

Diante da insistência de Felipão, o presidente Mauricio Galiotte topou desembolsar R$ 26 milhões para comprar em definitivo Carlos Eduardo do Pyramids, do Egito. Apesar do altíssimo investimento, o ponta disputou apenas 14 partidas e fez um único gol. Pior: só conseguiu ser titular em seis oportunidades.

Já Felipe Pires, que nem está mais no Palmeiras, foi pedido por Paulo Turra. O auxiliar-técnico de Felipão alegou que acompanhava há bastante tempo a carreira do ponta e bancou sua chegada - ele foi contratado por empréstimo de uma temporada ao custo de R$ 900 mil. No Verdão, atuou 16 vezes e fez um gol. Tão pouco que acabou repassado ao Fortaleza.

O hoje flamenguista Bruno Henrique chegou a ser alvo do Palmeiras em janeiro. Maurício Galiotte esteve com o presidente do Santos, José Carlos Peres, para discutir valores. Mas o dirigente do Peixe pediu € 10 milhões, além do empréstimo de Raphael Veiga. As cifras foram consideradas fora da realidade e não houve avanço.

Dias depois, o Flamengo fechou a contratação de Bruno Henrique por pouco mais de € 5 milhões, além do empréstimo de Jean Lucas.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também