Palmeiras competente e eficaz. Santos afobado e perturbado

Alexandre Praetzel
·2 minuto de leitura
Rony comemora um dos gols marcados na goleada sobre o Independiente Del Valle. Foto: Marcello Zambrana/AGIF
Rony comemora um dos gols marcados na goleada sobre o Independiente Del Valle. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

A terça-feira de Libertadores da América foi de extremos para Palmeiras e Santos. Enquanto o time de Abel Ferreira goleou o Independiente Del Valle por 5 a 0, o Santos do interino Marcelo Fernandes perdeu por 2 a 0 para o Boca Juniors, em La Bombonera. 

Claro que é mais difícil enfrentar o Boca Juniors, mas a maneira como o Palmeiras construiu o largo placar mostrou uma estratégia muito eficiente da equipe. Três zagueiros bem postados, marcação pressão e erros provocados do Del Valle permitiram ao Palmeiras fazer 3 a 0, com gols de Rony, Luiz Adriano e Patrick de Paula. Os equatorianos não mudaram a postura e ainda viram o Palmeiras fechar a conta com Danilo Barbosa de cabeça e mais um gol de Rony, em cruzamento cirúrgico de Victor Luiz. É verdade que Weverton fez três defesas complicadas, evitando desconto do Del Valle. 

Leia também:

O Palmeiras lidera o grupo com seis pontos em duas partidas e deixa claro que será forte mais uma vez, defendendo o título da Libertadores da América. Rony e Victor Luiz foram os destaques. Abel Ferreira só tem que esquecer a arbitragem, depois de receber mais um cartão amarelo. 

Já o Santos não suportou a pressão do Boca Juniors e perdeu por 2 a 0, completando sua quarta derrota consecutiva e a segunda no torneio sul-americano. A saída de Ariel Holan na véspera do confronto perturbou o ambiente e deixou o Santos desequilibrado tecnicamente. Marcelo Fernandes escalou uma formação coerente, mas o Santos sentiu o jogo e acabou sucumbindo para os argentinos.

Com problemas financeiros para reforçar o grupo, o Santos deve priorizar o Paulista e pensar na Série A do Brasileiro, numa temporada de transição. Com qualquer treinador, dificilmente o Santos vai repetir a campanha do vice-campeonato de 2020. 

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola