Palmeiras breca conversas por renovações e frustra estafes de quarteto

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Com os grandes campeonatos de seu calendário ainda em fases iniciais, o Palmeiras, que recebe a Chapecoense às 18h15 deste domingo (6), pelo Brasileiro, já encara decisões em outro âmbito, fora de campo, com quatro jogadores com situação contratual indefinida.

Destes, três têm vínculos se encerrando em dezembro e, ao fim deste mês, já podem assinar com outras equipes: Felipe Melo, Willian e Jaílson. O quarto é Rony, que embora tenha acertado até o fim de 2024, negocia uma extensão que ampliaria o vínculo por mais um ano.

Segundo a reportagem apurou, o Palmeiras, por uma questão de "isonomia", só pretende anunciar o futuro de um deles quando puder falar dos quatro. Assim, o clube vai esperar até o fim do mês para anunciar possíveis renovações, decisões de não prosseguimento ou a extensão do vínculo no caso de Rony.

Embora o clube entenda esse movimento como sinal de respeito pelo quarteto, a situação frustra membros dos estafes dos jogadores ouvidos pela reportagem.

As situações de Willian e Rony são as mais claras. Bigode e Palmeiras já têm conversas praticamente encerradas positivamente. No caso de Rony, por mais que ainda haja um impasse quanto a uma cláusula de aumento anual, a extensão contratual deve vir a acontecer. Já Melo e Jailson têm circunstâncias diferentes.

O veterano goleiro, que completa 40 anos no mês que vem, deve mesmo deixar o Palmeiras. Já quanto a Felipe Melo, há uma divergência de expectativas.

Felipe, de 37 anos, não esconde o fato de que gostaria de seguir no Palmeiras por mais dois anos, com contrato até o fim de 2023, e talvez encerrar sua carreira no clube. Mas no departamento de futebol existe a avaliação de alguns profissionais de que o mais adequado seria renovar inicialmente por uma temporada e reavaliar a situação em um ano.

O veterano tem grande ascendência sobre o grupo e a confiança de Abel Ferreira. Não por acaso, ele é o primeiro capitão do time, à frente de Gustavo Gómez, na hierarquia. Desse modo, a decisão sobre o que será de seu futuro tem peso importante no elenco, o que também explica a cautela da diretoria com a questão.

PALMEIRAS

Weverton; Luan, Gustavo Gómez e Empereur; Gabriel Menino, Veiga, Felipe Melo, Patrick de Paula e Viña; Luiz Adriano e Rony. T.: Abel Ferreira

CHAPECOENSE

Tiepo; Matheus Ribeiro, Laércio, Derlan e Busanello; Moisés, Leite e Lima; Mike, Fabinho e Ramon. T.: Jair Ventura.

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Horário: 18h15 (de Brasília) deste domingo (6)

Árbitro: Leo Simão Holanda (CE)

VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Transmissão: Premiere

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos