Palmeiras bate recorde do século em utilização de jogadores da base

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·2 minuto de leitura


O Palmeiras foi até Volta Redonda na noite da última quarta-feira (24) e empatou com o São Bento pelo placar de 1 a 1, com gol de Gustavo Gómez. Utilizando o Campeonato Paulista como laboratório, o Verdão entrou em campo com uma equipe bem modificada, mesclando jovens e titulares.


Para isso, o auxiliar técnico João Martins relacionou 19 jogadores formados na base para o confronto, estatística que supera o recorde anterior. Na ocasião, 16 atletas foram convocados para atuar diante do Corinthians, pela segunda rodada do estadual de 2021. Já na temporada 2020, o maior número de Crias relacionadas havia sido contra o Atlético-MG, na despedida do time pelo Campeonato Brasileiro, quando 15 jovens viajaram até Belo Horizonte.

>> Confira e simule a tabela do Campeonato Paulista

Os selecionados para o confronto desta quarta-feira foram: Os goleiros Vinicius e Mateus; os laterais Victor Luís, Lucas Esteves, Vanderlan e Gustavo Garcia; os zagueiros Renan e Henri; os meias Danilo, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Fabinho, Vitinho e Ramon Cesar, além dos atacantes Pedro Acácio, Giovani Henrique, Gabriel Silva, Newton e Rafael Elias. Assim, somente Weverton, Luan, Matias Viña e Rony eram atletas relacionados sem passagens pelas categorias de base do Verdão.

>> Relembre as camisas do Palmeiras produzidas pela Puma

Durante os 90 minutos da fraca partida no Estádio Raulino de Oliveira, um total de onze jogadores com passagens pelas categorias de formação entraram no jogo, batendo outro recorde que anteriormente pertencia ao confronto versus o Corinthians, na qual dez pratas da casa pisaram no gramado.

Ao todo, neste início de temporada 2021, quatro jovens já fizeram suas estreias: Gustavo Garcia, Fabinho, Giovani e Newton. Enquanto isso, aguardam a primeira oportunidade de vestir a camisa alviverde: Mateus, Henri, Ramon e Vitinho, peças constantes no banco de suplentes.