Palmeiras bate recorde de jogadores da base relacionados em uma partida

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


O Palmeiras foi a Belo Horizonte na noite desta quinta-feira (25) e perdeu para o Atlético Mineiro por 2 a 0, no estádio Mineirão. Já focando nas finais da Copa do Brasil, Abel Ferreira levou a campo uma equipe bem modificada. Para isso, o treinador relacionou 15 jogadores formados na base para o confronto, estatística recorde na atual temporada.

>> Confira a classificação atualizada do Brasileirão
>> Palmeiras negocia com atacante do River

Os selecionados foram: Os goleiros Vinicius e Mateus; os laterais Lucas Esteves e Vanderlan; os zagueiros Renan e Henri; os meias Danilo e Pedro Bicalho e os atacantes Wesley, Gabriel Silva, Pedro Acácio, Gabriel Veron, Robinho, Marcelinho e Fabricio. Assim, somente Kuscevic, Breno Lopes, Zé Rafael, Lucas Lima e Gustavo Scarpa eram atleta relacionados sem passagens pelas categorias de base do Verdão.

Com 13 Crias Da Academia estreando no profissional ao longo da temporada 2020, o Alviverde não tinha um ano com tantos debutantes da base desde 2011, quando o recorde foi estabelecido com 12 jogadores.

Consequentemente, o número desta temporada se tornou o maior desde 1988, ano na qual a instituição começou a contabilizar o primeiro jogo profissional de quem era da base.

A estatística só não aumentou pois Henri, Mateus, Pedro Bicalho e Robinho permaneceram os 90 minutos e não entraram em campo nesta quarta-feira. Pedro Acácio e Fabricio, mesmo sem pisarem dentro das quatro linhas no confronto de hoje, já haviam atuado em outras oportunidades.

Endossando mais os números, Abel Ferreira deve utilizar uma equipe semelhante a essa ao longo do Campeonato Paulista. A equipe estreia na próxima quarta-feira (03), diante do Corinthians, em Itaquera.