Palmeiras anuncia duas contratações para o elenco do futebol feminino


Enquanto o time masculino segue sem contratações para 2023, o Palmeiras feminino já soma três reforços para a temporada. Depois de Amanda Gutierres, o Verdão anunciou a atacante Yamila Rodríguez, que estava no Boca Juniors-ARG, e Ingrid Sorriso, ex-Internacional. Ambas chegam como destaques de 2022 e se juntam ao elenco campeão paulista de da Libertadores do ano passado.

> Veja classificação e simulador do Paulistão-2023 clicando aqui

Yamila Rodríguez

Com 1,62m de altura, é uma das referências do futebol argentino, destaque na seleção e deixa o Boca Juniors-ARG como ídolo do clube. Aos 24 anos, Yami, apelido pelo qual gosta de ser chamada, tem como principais características a velocidade e a habilidade ao atuar pela ponta esquerda.

Monitorada pelo Alviverde na última temporada, a atleta enfrentou as Palestrinas na final da Libertadores Feminina de 2022 e ficou com a medalha de prata. Além do torneio, ela já disputou a Copa América Feminina (2018 e 2022) com a seleção argentina, sendo a artilheira da edição passada, com seis gols anotados em seis jogos. A jogadora também marcou presença nos Jogos Pan-Americanos de Lima (2019), onde alcançou o vice-campeonato.

- Estou muito feliz com a oportunidade de jogar no Palmeiras e agradeço a confiança de todos. É um clube gigante, que tem um elenco muito forte e espero que possamos fazer uma temporada histórica. A torcida pode esperar de mim muita dedicação, comprometimento e garra - disse Yami.

Yamila Rodríguez - Boca Juniors
Yamila Rodríguez - Boca Juniors

Yami Rodríguez, é ídolo no Boca (Foto: Divulgação/Boca Juniors)

Ingrid Sorriso

Aos 28 anos e melhor zagueira do Brasileirão-2022, a defensora é natural de São Paulo-SP e estava há cinco temporadas no Internacional-RS, onde foi tricampeã do Campeonato Gaúcho. As principais características da jogadora são a marcação, a leitura de jogo e a tomada de decisão. Com 1,63m de altura, a atleta tem boa impulsão para ajudar na bola aérea e também marcar gols de cabeça.

O futebol surgiu na vida da defensora aos cinco anos de idade, quando a sua principal brincadeira era brincar de bola com o pai e o irmão tanto em casa quanto nas ruas. Aos seis anos, Sorriso foi para o projeto Tiger Lusa, da Portuguesa-SP, onde teve o primeiro contato com o futsal. Já no campo, seu primeiro clube foi o tradicional Centro Olímpico-SP, em 2008. Uma curiosidade é que Sorriso já defendeu o manto alviverde, em 2010, e foi campeã do Torneio de Jaguariúna (2010), vice-campeã da Copa Mulher (2010) e vice-campeã da Taça Cidade de São Paulo Sub-17 (2010).

- A minha expectativa é das melhores. Estou em um grande clube, com uma torcida que acompanha e apoia, e sei da minha responsabilidade em defender o Palmeiras. Darei o melhor de mim para realizar grandes sonhos e conquistar os títulos e objetivos do ano. Teremos um time bem competitivo e que vai brigar por títulos, que seja um ano vitorioso para nós Palestrinas.

- Foi muito bom jogar no Palmeiras naquela época e o técnico era o Marcelo Frigério (Tchelo). Saí do Centro Olímpico, passei na peneira do clube e fui muito feliz aqui. Ganhei bastante experiência mesmo sendo nova, pois já atuava no profissional quando não tinha jogo da minha categoria (Sub-17) e isso agregou muito na minha carreira. Estou feliz e honrada de voltar a vestir essa camisa.

Ingrid Sorriso - Internacional
Ingrid Sorriso - Internacional

Sorriso foi a melhor zagueira do Brasileirão (Foto: Jota Finkler/Internacional)


> Palmeiras campeão de novo! Relembre todos os títulos do Verdão em 2022

Antes de anunciar Yami e Sorriso, o Palmeiras havia fechado a contratação da atacante Amanda Gutierres, de 21 anos, que estava no Bordeaux-FRA. O clube tem se reforçado para também repor algumas saídas, como as de Day Silva, Ary Borges e Sochor, que buscaram outros destinos.