Palmeiras admite dívida por Piquerez e quer evitar sanções da Fifa


O Palmeiras tem um obstáculo a resolver pela frente nas próximas semanas: uma dívida da contratação de Piquerez. Segundo apuração da ESPN confirmada pela reportagem do LANCE!, o Peñarol-URU, antigo clube do lateral, acionou a Fifa buscando receber a parcela atrasada. O Verdão admite a questão e espera resolver a pendência antes das sanções da entidade máxima do futebol.

> Veja classificação e simulador do Paulistão-2023 clicando aqui

Esse valor devido pelo Alviverde é de um milhão de dólares (R$ 5,35 milhões), mas sofrerá ajustes de cerca de 10% por conta do atraso e dos juros. Apesar de parecer uma quantia relativamente baixa para um clube da magnitude do Palmeiras, há a alegação de problema com fluxo de caixa.

Dessa forma, o Verdão admite que há a pendência em relação à última parcela do acordo com o Peñarol e sabe do movimento dos uruguaios em direção à Fifa, mas pretende costurar um acordo para quitar a dívida até fevereiro, colocando um ponto final na questão e evitando sanções futuras.

Havia a previsão de resolver a questão em outubro, quando o Peñarol sinalizou que buscaria seus direitos na Fifa. No entanto, de lá para cá, não houve uma solução para o caso entre as partes.

Piquerez, Leila e Pai - Palmeiras campeão brasileiro
Piquerez, Leila e Pai - Palmeiras campeão brasileiro

Piquerez conquistou quatro título no Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Piquerez foi contratado em meados de 2021 junto ao clube uruguaio por 3,8 milhões de dólares (R$ 19,77 milhões na cotação da época). O acerto foi feito por meio de parcelas anuais que terminariam de ser pagas em 2025, quando se encerra também o contrato do lateral-esquerdo com o Alviverde.

> Relembre todos os títulos do Verdão em 2022

Em pré-temporada com o elenco do Palmeiras, Piquerez é titular absoluto do time de Abel Ferreira para 2023. Até aqui, são 68 jogos pelo clube e um gol marcado, além de ter conquistado uma Libertadores (2021), um Brasileirão (2022), um Paulistão (2022) e uma Recopa (2022).