Palmeiras vence o Emelec e segue 100% na Libertadores

Rony comemora após marcar gol na vitória do Palmeiras (Foto: Franklin Jacome/Getty Images)
Rony comemora após marcar gol na vitória do Palmeiras (Foto: Franklin Jacome/Getty Images)

O Palmeiras passou por mais um adversário na Libertadores-2022. Desta vez a vítima foi o Emelec-EQU, que foi derrotado por 3 a 1, em Guayaquil, com gols de Rony, Gabriel Veron e Breno Lopes. Mesmo com a vitória, o Alviverde caiu demais de produção no segundo tempo, e o que parecia um jogo tranquilo quase fez com que a equipe perdesse os 100% de aproveitamento no Grupo A.

Verdão tem primeiro tempo avassalador, mas "só" faz 2 a 0

O time da casa era o Emelec, mas quem viu o início do duelo, achou que o Alviverde poderia ser o mandante, tamanha a superioridade em todo o primeiro tempo em Guayaquil. Com menos de um minuto, Rony e Scarpa tiveram chances, mas aos oito os desperdícios começaram mesmo. Primeiro com Rony que, sozinho, recebeu lançamento de Weverton e bateu fraco. Depois Scarpa, aos 11, que infiltrou na área, mas finalizou na trave.

Leia também:

Era nítido o quanto o Palmeiras era melhor, tanto que aos 18 minutos outra chance foi criada e culminou em um golaço. Scarpa fez lindo lançamento para Wesley que, de primeira, cruzou para Rony desviar de cabeça e abrir o placar. Aos 24, após recuperação de bola no meio-campo, Gabriel Veron acionou o "turbo", arrancou em velocidade e só parou quando marcou o gol: 2 a 0.

Depois de abrir vantagem, o Verdão passou a esperar o Emelec um pouco mais, porém ainda com muito espaço para jogar e oportunidade de marcar. Aos 41 minutos, Veron ganhou novamente na corrida e tocou para Rony chutar na saída do goleiro, que ainda desviou a bola e permitiu que o zagueiro salvasse em cima da linha. Somente aos 45 minutos os equatorianos assustaram em chute de Zapata. O jogo acabou indo para o intervalo com apenas 2 a 0.

Verdão cai de produção, leva gol, mas tranquiliza com gol "espírita"

Na volta dos vestiários, o Emelec voltou bem melhor, enquanto o Palmeiras passou a ser ainda mais displicente, errando passes, desperdiçando contra-ataques, enquanto o adversário crescia. Enquanto Rony perdia um gol feito em jogada de Wesley e Veron, Mayke falhava feio na defesa e deixava Rojas sozinho para tocar por cima de Weverton e diminuir o placar para 2 a 1.

Dali em diante, atuação em queda livre do Palmeiras, que já não conseguia mais sair em contra-ataques e se mostrou muito abatido com o gol sofrido. Danilo não fazia bom jogo, assim como Atuesta, ambos deixaram o meio-campo muito desguarnecido. Em uma das poucas escapadas palmeirenses, Wesley abriu para Rony na esquerda, mas ele finalizou muito fraco.

Somente depois dos 33 minutos é que Abel Ferreira decidiu mexer no time. O português colocou em campo Rafael Navarro, Gabriel Menino, Jorge, Fabinho e Breno Lopes, que acabou tranquilizando a torcida palmeirense nos minutos finais ao fazer um gol "espírita" ao tentar cruzar e a bola ir direto para o gol, definindo o placar em 3 a 1, e mantendo a invencibilidade do time fora de casa.

E agora?

Com a vitória, o Palmeiras foi a nove pontos no Grupo A da Libertadores, e se mantém 100% nesta edição do torneio. O Emelec, por sua vez, fica com dois pontos, na terceira posição. O próximo jogo do Verdão será neste sábado, diante da Juazeirense, pela terceira fase da Copa do Brasil. A partida será na Arena Barueri, pois o Allianz Parque está reservado para show da banda Kiss.

FICHA TÉCNICA
EMELEC-EQU 1 x 3 PALMEIRAS
Local:
Estádio George Capwell, em Guayaquil (EQU)
Data-Hora: 27/4/2022 - 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Auxiliares: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Diego Bonfa (ARG)
Público/Renda: Não disponíveis
Cartões amarelos: Arroyo, Zapata, Guevara e Quintero (EME) Gustavo Scarpa e Wesley (PAL)
Cartões vermelhos: -
Gols: Rony (18'/1ºT) (0-1), Gabriel Veron (24'/1ºT) (0-2) Rojas (16'/2ºT) (1-2), Breno Lopes (46'/2ºT) (1-3)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Kuscevic, Gustavo Gómez e Piquerez; Danilo, Atuesta (Fabinho, aos 44'/2ºT) e Gustavo Scarpa (Gabriel Menino, aos 38'/2ºT); Gabriel Veron (Breno Lopes, aos 33'/2ºT), Wesley (Jorge, aos 38'/2ºT) e Rony (Rafael Navarro, aos 33'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

EMELEC-EQU: Pedro Ortíz; Carabalí, Leguizamón (Quintero, aos 27'/2ºT), Guevara e Pittón; Sebastián Rodríguez (Romario Caicedo, aos 31'/2ºT) e Arroyo; Zapata, Joao Rojas e Cevallos (Wittle, aos 41'/2ºT) ; Cabeza. Técnico: Ismael Rescalvo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos