Palmeiras de Abel registra grande marca negativa em disputa de pênaltis

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Palmeiras foi eliminado na terceira fase da Copa do Brasil na noite da última quarta-feira (9), pelo CRB, no pênaltis. Com isso, a equipe chega à quarta derrota seguida em disputa de penais desde a chegada do técnico Abel Ferreira, em novembro.

Em sete meses, o treinador português faturou dois títulos, ambos conquistados no tempo regulamentar, mas carrega a marca negativa quando se trata das cobranças de penalidades – perdeu para o Al Ahly, do Egito, no Mundial de Clubes; Flamengo, na Supercopa do Brasil; Defensa y Justicia, na Recopa Sul-Americana; e agora, para o CRB, na Copa do Brasil.

Além das derrotas, o elenco alviverde carrega um péssimo desempenho nas batidas – foram 26 cobranças nas quatro competições e apenas 13 convertidos, com um aproveitamento de apenas 50%. Ao todo, 18 jogadores bateram, com Gustavo Gómez e Gustavo Scarpa tendo os melhores índices – são três cobranças cada, todas convertidas. Já Luiz Adriano é o jogador com o pior aproveitamento - errou as três que bateu.

A última disputa de pênaltis na qual o time alviverde saiu com a vitória foi na final do Campeonato Paulista de 2020, diante do Corinthians, com o comando técnico de Vanderlei Luxemburgo.

Palmeiras x CRB
Palmeiras x CRB

Abel caiu de novo nos pênaltis (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos