Palmeiras 2020: a chance de Luxemburgo acabar com jejum histórico

O treinador não conquista um grande título desde 2004, algo raro dentre os principais técnicos dos últimos anos
O treinador não conquista um grande título desde 2004, algo raro dentre os principais técnicos dos últimos anos

O Palmeiras começa sua temporada 2020 mais uma vez sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, técnico que fez história no Alviverde especialmente na década de 1990. E embora o treinador não goste do tema, a atual campanha lhe dá a oportunidade de voltar a ser tão vitorioso quanto a sua bela história no futebol.

Afina de contas, Luxemburgo é o treinador mais vitorioso na história do Campeonato Brasileiro: somou cinco títulos. Mas depois de ter levado o Santos ao título da Série A em 2004, a avaliação geral é de que sua carreira não foi mais a mesma: Vanderlei ainda fez bons trabalhos e conquistou estaduais, classificou times para a Libertadores... mas acabou se tornando vítima da própria história.

O retorno ao Palmeiras chegou a surpreender. Mas é a chance de Luxemburgo mostrar definitivamente que pode continuar montando times que jogam bem e são campeões – como fez em seus melhores momentos na área técnica.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Quinze anos separam o último grande título de Luxemburgo da atualidade. Nesta era em que as conquistas estaduais passaram a ter importância menor, nenhum dos grandes técnicos históricos brasileiros viveu tamanho jejum entre um primeiro grande título (Brasileirão, Copa do Brasil, Libertadores ou Mundial) e o último.

Abel Braga foi campeão brasileiro em 2012 pelo Fluminense, seis anos após o título mundial conquistado com o Internacional.

Seis anos separaram a Copa do Brasil de 2012 do Brasileirão de 2018 conquistados, ambos pelo Palmeiras, por Luiz Felipe Scolari.

Muricy Ramalho foi campeão da Libertadores em 2011 e se aposentou em 2012.

A chance que tem no Palmeiras é, também, uma chance de dar a resposta.

Leia também