Palmeiras 1 x 0 Ponte Preta: Macaca segura o Palmeiras e está na final do Paulistão

Precisando de uma vitória maiúscula sobre a Ponte Preta para avançar para a final, o Palmeiras entrou em campo neste sábado com uma difícil missão no Allianz Parque. Melhor durante os 90 minutos, o time da casa venceu o duelo por 1 a 0, mas quem se classificou para a final foi a Macaca que havia vencido o jogo de ida por 3 a 0 no Moisés Lucarreli.

O jogo

O jogo começou quente no Allianz Parque. Precisando de três gols para levar a decisão para os pênaltis, o Palmeiras veio para cima da Ponte Preta que apenas se arriscava nas jogadas em velocidade. Além disso, o time visitante irritou os palmeirenses pela cera desde os primeiros minutos de bola rolando, esquentando os ânimos do jogo.

Melhor no primeiro tempo, o Palmeiras chegou pela primeira vez com Guerra que viu Aranha fazer boa defesa após o seu desvio de cabeça no meio da área. A resposta veio minutos depois com Pottker que recebeu na entrada da área, limpou a marcação e finalizou ao lado da trave direita. No final do primeiro tempo, Borja quase abriu o placar no vacilo do goleiro Aranha. No entanto, acabou carimbando o travessão. Guerra também teve mais uma oportunidade em finalização na entrada da área, mas acabou parando no goleiro adversário.

Dudu e Jeferson - Palmeiras x Ponte Preta - 22/04/2017

Palmeiras foi melhor, mas a Ponte conseguiu segurar o resultado (Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

O Palmeiras continuou em cima da Macaca no segundo tempo. No entanto, ao contrário da primeira etapa, a Ponte não ficou apenas se defendendo e passou a buscar mais as jogadas de contra ataque. E a primeira chance mais perigosa foi da Ponte. Lucca cobrou falta pela esquerda e Marllon, no segundo poste, testou ao lado da trave de Prass.

O time alviverde respondeu com Keno. Logo após entrar no jogo, o atacante soltou a bomba de esquerda, de fora da área, e Aranha desviou com a ponta dos dedos. Aos 38 minutos, Michel Bastos cobrou escanteio pela esquerda, Aranha saiu mal novamente e Felipe Melo apareceu entre os zagueiros para abrir o placar e colocar fogo no jogo.

No entanto, o gol foi tarde demais e apesar da pressão nos últimos minutos, a Ponte Preta conseguiu segurar o placar e garantir a classificação para a finalíssima.

O adversário da Ponte Preta na final do Campeonato Paulista sairá neste domingo do confronto entre Corinthians e São Paulo.