Pablo Marí admite: trio do Liverpool na final do Mundial foi o maior desafio da carreira

Goal.com

O ex-zagueiro do Flamengo, hoje no Arsenal, Pablo Marí elegeu Mohamed Salah, Sadio Mane e Roberto Firmino, trio do Liverpool, como os adversários mais difíceis que enfrentou em sua carreira.

Hoje jogando pelo Arsenal, Marí enfrentou os atacantes dos Reds na final do Mundial de Clubes, quando ainda estava no Flamengo, que acabou sendo derrotado pelos inglês na prorrogação, com um gol de Firmino, que sagrou o time de Jurgen Klopp campeão do mundo

A fala de Marí foi em uma sessão de perguntas e respostas no aplicativo Reddit, colocando a velocidade e a inteligência do trio como os principais pontos para que eles sejam tão difíceis de se jogar contra. "Acho que essas coisas são mais importantes e fazem deles os melhores jogadores", disse.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Claro que foi difícil, mas eu estava 100% focado naquele jogo e sei que foi um jogo difícil, mas eu senti que melhorei muito em seis meses jogando no Flamengo para poder jogar contra o Liverpool e esses três jogadores", contou o zagueiro na rede social.

Mohamed Salah Liverpool Flamengo Club World Cup 2019
Mohamed Salah Liverpool Flamengo Club World Cup 2019

Apesar da derrota, Marí acredita que o Flamengo fez um bom jogo contra os Reds, tendo conseguido neutralizá-los durante toda a partida no tempo regulamentar. "Achamos que fizemos um jogo muito bom lá e sabemos que o Liverpool, naquele momento, era talvez o melhor clube do mundo. Eles ganharam tudo e venceram todos os jogos da competição. Eles são uma equipe muito forte", afirmou o jogador de 26 anos.

Mari disse ainda que os cariocas tinham uma mentalidade de que poderiam, sim, ganhar do Liverpool, mesmo com a excelente campanha que os ingleses estavam fazendo. "Nós não tínhamos nada a perder e tudo a ganhar, então poderíamos colocar essa mentalidade em campo para tentar ganhar contra eles".

O espanhol disse, também, que desde que chegou ao Flamengo já vinha trabalhando com a possibilidade de enfrentar um grande clube como o Liverpool, na final do Mundial, mesmo sem nem ter ganho a Libertadores ainda. "E se melhorássemos muito poderíamos vencê-los". 

Maré deixou o Flamengo no início de 2020, emprestado pelos cariocas ao Arsenal, mas, por conta da paralisação do futebol por conta da pandemia de Covid-19, só conseguiu atuar duas vezes na equipe principal do time da Premier League.

Leia também