Pablo dá susto na véspera, mas deve jogar a decisão em Campinas

O Corinthians parecia se preparar calmamente para a primeira decisão do Campeonato Paulista, marcada para este domingo, às 16h (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, mas um lance envolvendo o zagueiro Pablo deu um susto nos companheiros. O jogador sofreu um trauma no pé esquerdo e chegou a deixar o gramado sem a chuteira no pé esquerdo, mas não deve ser problema para jogar em Campinas.

O lance se deu ainda na segunda parte da atividade, antes do treino posicionado e de bolas paradas, tradicional nas vésperas de jogos. De acordo com o médico do clube, Julio Stancati, o atleta travou o pé no gramado em uma divida e reclamou de dores. Naquele momento, Pablo chegou a ser atendido pelo departamento médico e ficou alguns minutos no chão antes de retornar para a atividade.

Depois disso, os titulares foram deslocados para o campo ao lado para executar os trabalhos típicos pré-jogo, principalmente bolas paradas defensivas e ofensivas. Pablo participou durante cerca de meia hora dessa parte, mas, no momento em que o preparador Mauri Lima trocava de lado para seguir com as cobranças de falta, a comissão técnica ordenou que o zagueiro Pedro Henrique fosse completar a movimentação.

Com isso, Pablo tirou a chuteira e a meia do seu pé e saiu caminhando para as dependências internas do CT Joaquim Grava, atendendo inclusive os pedidos por fotos de alguns torcedores que foram ao local para acompanhar o último treino antes do duelo frente à Ponte Preta. Já concentrado para a partida, ele realizaria um tratamento no local apenas para assegurar que não há qualquer problema.

Caso o defensor não tenha condições de entrar em campo, algo que dificilmente vai acontecer, seu substituto imediato seria justamente o garoto Pedro Henrique. A princípio, porém, o técnico Fábio Carille levará ao gramado do Moisés Lucarelli a formação já conhecida do torcedor corintiano, com Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.