Pablo confia em elenco para suprir desfalques e sonha em ficar no Timão

Um dos pilares do sistema defensivo do Corinthians, Pablo comentou nesta quarta-feira sobre a possível ausência do lateral-direito Fagner, além do desfalque confirmado do volante Gabriel, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O zagueiro, que veio do Bordeaux no início do ano, lamentou que a dupla não poderá ir a campo em Itaquera, mas apostou na qualidade do elenco para minimizar o fato.

O Tribunal de Justiça Desportiva suspendeu Fagner por um jogo nesta terça-feira pela confusão protagonizada pelo lateral-direito e pelo peruano Cueva durante o clássico válido pelo jogo de volta da semifinal do Paulistão entre Corinthians e São Paulo, em Itaquera. A diretoria do Timão tentará o efeito suspensivo, no entanto, há uma dúvida no ar em relação à presença do corintiano na grande final.

“São dois grandes jogadores, que fazem duas funções muito boas. O Fagner é jogador de Seleção Brasileira, o Gabriel tem uma função muito positiva dentro da área. Os dois vão fazer muita falta, mas temos que pensar naqueles que vão entrar. O Corinthians tem jogadores de qualidade, então acho que quem entrar, se o Fagner sair desse jogo, vai entrar muito bem, e o substituto do Gabriel também”, disse Pablo em entrevista ao programa Seleção SporTV.

Até aqui Pablo soma 22 jogos com a camisa do Timão. Chegando por empréstimo do Bordeaux no início do ano, o zagueiro era a esperança da torcida para que o setor defensivo voltasse a ser consistente como na época em que Tite era o técnico do Corinthians. Ajudando o time a se firmar como a melhor defesa do Campeonato Paulista, Pablo, por enquanto, cumpre com a sua obrigação, no entanto, sua permanência a longo prazo no Parque São Jorge está longe de ser algo certo.

“Como sempre disse, estou muito feliz no Corinthians, por tudo o que tenho vivido em tão pouco tempo no clube. Sobre uma possível contratação futura, o Corinthians tem tudo nas mãos, até porque meu contrato é estimulado para o Corinthians. Então depende do clube, de exercer a opção de compra. Estou muito felizes e se acontecer isso no futuro, vou ficar feliz. Mas não depende só de mim, depende de outros fatores”, concluiu o zagueiro corintiano.