Pablo cita 6 a 1 do Barcelona para ser cauteloso contra o Luverdense

“Pezinhos no chão” está entre as expressões prediletas do zagueiro Pablo. Nesta terça-feira, dois dias antes de rever o Luverdense pela Copa do Brasil, o jogador emprestado pelo francês Bordeaux ao Corinthians repetiu o seu bordão para pregar respeito ao adversário mato-grossense.

“Não está nada encaminhado. Fizemos um bom resultado fora de casa, mas não há moleza nem time fraco. Vamos entrar da mesma forma que entramos no jogo passado. Na última semana, o Barcelona meteu 6 a 1 em um jogo que estava ganho pelo PSG. Então, é bom sempre manter os pés no chão”, discursou.

Pablo se referiu ao confronto válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, em que Paris Saint-Germain havia derrotado o Barcelona por 4 a 0 no jogo de ida. Na volta, no Camp Nou, o time catalão construiu o histórico placar de 6 a 1 sobre o francês nos minutos finais da partida e obteve a sua classificação.

O Corinthians está em situação confortável diante do Luverdense, mas não tem tamanha vantagem. A equipe de Pablo derrotou o adversário por 2 a 0 na Arena Pantanal e passou a poder perder por até um gol de diferença nesta quinta-feira, em Itaquera, para avançar à próxima fase da Copa do Brasil.

“Não estamos classificados”, reforçou Pablo, sem levar em consideração nem ao menos a diferença de tradição entre Corinthians e Luverdense. “Devemos manter o foco e os pezinhos no chão. Peguei um exemplo em que todo o mundo já dava como ganho e aconteceu o que aconteceu. No futebol, nunca está ganho”, alertou, novamente com o duelo entre Barcelona e PSG em mente.

A cautela do Corinthians na Copa do Brasil redobrou em função das dificuldades encontradas na fase anterior. Contra o modesto Brusque, o time paulista protagonizou um jogo monótono em Santa Catarina, ficou no 0 a 0 e precisou virar o placar na disputa por pênaltis para seguir no torneio nacional de mata-mata.