Pós-semana conturbada, clássico pode ser divisor de águas no Botafogo

Problemas físicos de Marcelo, Airton e Montillo aumentam a dor de cabeça do treinador para o duelo contra o Atlético Nacional, na Colômbia, e contra o Barcelona, no Equador

Jogador intimado pela polícia, demissão de médicos, discussão entre Camilo e Jair... para alívio do Botafogo, a semana turbulenta está perto do final. E nada melhor do que uma vitória em clássico para virar a página e deixar o clima ruim no passado. Até por isso, o jogo com o Fluminense - que pouco vale no quesito da classificação - ganha importância moral para a sequência na Libertadores.

Com jogos no meio de semana pela competição internacional nestas próximas duas semanas, o Glorioso vai encarar o rival com um time alternativo, cheio de reservas. Mas nem por isso os comandados de Jair Ventura pretendem facilitar a semifinal. A intenção é corrigir os erros cometidos nos últimos clássicos - bem como no jogo contra o Flu - para poder ganhar cancha visando as semifinais.

- O time começou muito bem abrindo com 2 a 0, mas demos uma relaxada. Conversamos depois daquele jogo e não vamos mais cometer esses erros. É um time que se recompõe rápido e sai no contra-ataque. Temos que ter cuidado, mas o professor (Jair Ventura) vai analisar a melhor forma para que possamos vencer o jogo. A gente sempre entra para ganhar, mas ainda não conseguimos uma vitória em clássicos - analisou Airton, um dos titulares que deve ser poupado no clássico deste domingo, no decorrer da última semana.

Para poder blindar o elenco dentro dos últimos dias turbulentos, o Glorioso fechou por completo o treino de sábado. Surpresa à vista? Difícil saber. Mas o que realmente importa, para o clube, é um triunfo para deixar os problemas no passado e pensar somente na frente. De amistoso, o clássico agora nada terá.

PARA DEIXAR PARA TRÁS:


Marcelo suspeito

O zagueiro alvinegro foi acusado de agressão por parte da ex-namorada no domingo passado. Com Boletim de Ocorrência registrado, ele terá que depor nesta segunda-feira. O Glorioso contratou um advogado para ele no caso.

Demissão de médicos

Com problemas em sequência de lesões no elenco - desde o ano passado - o Botafogo resolveu demitir Luis Fernando Medeiros, que era o chefe do atual Departamento Médico do clube. João Graneiro será o designado para a função.

Briga Camilo x Jair

Insatisfeito com a barração e a posição que tem sido escalado, Camilo teve uma discussão com o técnico Jair Ventura e deixou o Botafogo sem treinar nos últimos dias. Diretoria deve se reunir para dar uma veredito quando ao atleta.












E MAIS: