Pênalti polêmico não tira vitória da Chapecoense contra ABC pela Copa do Brasil

·4 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Na tarde desta quarta-feira (2), a Copa do Brasil continuou dando as caras no futebol brasileiro. Em campo, a Chapecoense foi superior por quase toda a partida e venceu o ABC por 3 x 1, gols marcados por Anselmo Ramon e Mike, duas vezes. O tento dos visitantes foi feito por Wallyson em cobrança de pênalti marcado de forma bizarra. Isso porque a bola bateu na cabeça do defensor da Chape e o árbitro mesmo assim, assinalou a penalidade.

Agora, as equipes se concentram no Brasileirão. Pela Série A, a Chapecoense viaja para enfrentar o Palmeiras no domingo (6). Por outro lado, o ABC encara o Treze, pela 4ª Divisão. Na próxima quarta-feira, voltam a se enfrentar, desta vez no Frasqueirão, às 16h30 (horário de Brasília).

Começo agitado na Arena Condá, com abertura de placar

Logo de cara, com menos de um minuto, a Chapecoense mostrou que não deixaria o ''fator casa'' passar em branco. Assim, Matheus Ribeiro avançou pelo lado direito e cruzou com perigo ao gol do ABC. Em seguida, Anselmo Ramon cobrou falta rasteira na entrada da área e quase marcou. A resposta do ABC chegou aos 7', quando Mateus Muller cobrou falta na direita e Vinícius Leandro subiu livre, mas testou para fora.

O gol saiu aos nove minutos, Busanello recebeu de Lima e cruzou rasteirinho, Mike deu ''corta luz'' e Anselmo Ramon chegou para completar para as redes, abrindo o placar da partida. Logo depois, Matheus Ribeiro voltou a aparecer bem na direita, acertando ótimo cruzamento, mas dessa vez, Anselmo Ramon cabeceou por cima.

Domínio mandante e ampliação no marcador

A Chape estava com todo o controle da partida e sem tomar sustos na defesa. Aos 34', o ABC errou na saída de bola, Lima apareceu bem na esquerda, tocou para Mike entrar na área vindo da direita e chutar para ampliar, sem chances para Wellington, que ainda tocou na bola.

Posteriormente, a Chape controlou a bola no meio, Anselmo Ramon foi acionado e arriscou belo chute de fora da área, obrigando o goleiro Wellington a fazer grande defesa.

ABC com iniciativa e pênalti bisonho

A Chapecoense continuou dominando a partida, mas desta vez, administrou o resultado. Aos sete minutos, Fabinho recebeu na esquerda, cortou para o meio e finalizou em cima da marcação.

Mais tarde, Netinho tentou o cruzamento e quase meteu direto para o gol de Tiepo, que deu um tapa para escanteio. Em seguida, Wallyson cobrou falta com extremo perigo e o goleiro da Chapecoense novamente fez boa intervenção.

Aos 20', após escanteio cobrado, o árbitro marcou pênalti para o ABC. A bola bateu na cabeça do defensor da Chape, mas o juiz confirmou a marcação. Vale lembrar que nesta fase da Copa do Brasil não tem VAR. Na cobrança, Wallyson fez e diminuiu o marcador.

Chapecoense reage

Mas, a Chape voltou a ir para o campo de ataque. Após saída de bola errada, Ravanelli foi acionado, chutou e obrigou Wellington a fazer boa defesa. Aos 24', Anselmo Ramon aproveitou escanteio, tocou para o meio da área, a defesa do ABC falha e Mike aparece para marcar seu segundo gol e o terceiro dos mandantes na partida.

Depois do gol feito pelos anfitriões, o confronto esfriou. O ABC não conseguiu reagir aos terceiro tento tomado e a Chape aproveitou para controlar a bola no meio-campo até o apito final.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
CHAPECOENSE 3 X 1 ABC
Local: Arena Condá, Chapecó, SC
Data/Horário: 02 de junho de 2021 (quarta-feira), às 16h30
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistente 1: Kildenn Tadeu Morais De Lucena
Assistente 2: Gustavo Ervino Bauermann
Quarto árbitro: Oberto da Silva Santos
Gols: Anselmo Ramon (9'/1T) (1-0), Mike (34'/1T) (2-0), Wallyson (20'/2T) (2-1), Mike (24'/2T)
Cartões amarelos: Anselmo Ramon, Busanello e Ronei (Chapecoense), Héliton e Netinho (ABC)
CHAPECOENSE: Tiepo; Matheus Ribeiro, Laércio, Derlan we Busanello; Moisés Ribeiro (Ravanelli - Intervalo), Anderson Leite (Ronei 20'/1T) e Lima; Mike (Foguinho 40'/2T), Fabinho (Fernandinho 09'/2T) e Anselmo Ramon (Kaio 40'/2T). Técnico: Felipe Endres.
ABC: Wellington; Netinho, Vinícius Leandro, Héliton e Mateus Muller; Janderson, Diego Valderrama e Denner (Alan Pedro - Intervalo); Levi (Marcos Antônio - Intervalo); Claudinho (Ederson 34'/2T) e Wallyson (Felipe Cirne 34'/2T). Técnico: Moacir Júnior.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos