Presidente do Sevilla diz não ter evidência de que Argentina buscará Sampaoli

Sevilla (Espanha), 11 abr (EFE).- O presidente do Sevilla, José Castro, afirmou nesta terça-feira que não há "evidência" de que a Associação do Futebol Argentino (AFA) buscará Jorge Sampaoli", atual técnico do clube espanhol, para que assuma o comando da seleção argentina.

O dirigente comentou à imprensa que não pode "evitar que se fale sobre esse assunto", mas que está focado na partida de domingo, contra o Valencia, pelo Campeonato Espanhol.

"Estou focado no Valencia, uma equipe renascida. Só penso nesses sete jogos que faltam para finalizar uma grande temporada. Ele (Sampaoli) me diz que é consultado, que sempre tem propostas, mas que está contente no Sevilla. Fala de futuro, tem um ano de contrato", disse Castro.

De acordo com o mandatário, se a AFA entrar em contato com o clube para demonstrar interesse em Sampaoli, "há uma cláusula para caso ele decida ir embora" ou caso o próprio Sevilla queira "prescindir" do treinador, mas "não há nenhuma cláusula especial que o libere para a seleção argentina".

"No momento certo, ninguém poderia prever esta situação. De todos os modos, não tenho nenhuma evidência oficial de que AFA virá para tratar esse assunto ", insistiu o dirigente. EFE