Pérez: "Eu era a segunda opção caso Hamilton não fosse para a Mercedes"

Federico Faturos
·2 minuto de leitura

, onde esteve perto de vencer com a Sauber antes de cruzar a linha de chegada na segunda posição.

Tudo isso colocou o mexicano no radar das melhores equipes para o ano seguinte, principalmente McLaren e Ferrari. Como Pérez fazia parte do programa de jovens pilotos da equipe italiana, a ligação era muito forte com Maranello.

Leia também:

F1 confirma que chefe da Williams testou positivo para coronavírus Diretor da McLaren diz que asa móvel será menos decisiva na F1 2022 Button diz que Hamilton precisa de companheiro que o desafie e nomeia candidato ideal

"Foi tudo natural, eu fazia parte da Academia da Ferrari e havia muito contato com a equipe. Foi um passo natural para um piloto da academia estar ligado a eles. Tudo indicava que eu ia para lá, mas então as coisas mudaram." disse Perez em entrevista ao site oficial da F1.

Finalmente "Checo" acabaria assinando para a temporada seguinte com a McLaren, equipe que havia vencido sete corridas em 2012. Esse fator tornou a equipe atraente, embora as coisas não tenham saído como o esperado.

“2013 foi o mais perto que cheguei de ir para a Ferrari. Fiquei muito perto. Em retrospecto, se eu não tivesse ido para a McLaren, certamente teria ido para a Ferrari, mas as coisas mudam muito rápido na F1. A McLaren na época estava dominando, eles me ofereceram um contrato. Fazia muito sentido na época. Infelizmente não deu certo. O carro estava muito ruim e eu não consegui nenhum pódio, nem lutar por nada além de pontos. As coisas mudaram muito desde então. "

Além do flerte com a Ferrari e da decisão de ir para a McLaren, Pérez revelou que também havia uma terceira equipe em disputa na época.

"Estávamos conversando com a Mercedes, mas isso realmente dependia de Lewis (Hamilton) não estar indo para lá, eu era a segunda opção. Isso é o que eles disseram. Tínhamos algumas opções, olhando para trás", disse o piloto de Guadalajara.

O resto da história é conhecido. Enquanto Pérez foi para a McLaren e as coisas não deram certo, Hamilton assinou com a Mercedes e construiu uma das eras mais dominantes da história da Fórmula 1 ao lado da fabricante alemã.

Pérez, que atualmente espera o que será seu futuro em 2021, não se arrepende e está satisfeito com o que aconteceu.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1, MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Hamilton despista sobre Rosberg, analisa Bottas e ‘esquece’ Alonso; assista e entenda

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' da F1 2021 é o mais correto? Ouça o debate

Your browser does not support the audio element.

.