Pássaro celebra evolução do Vasco após mudança tática, mas avisa: 'De nada adianta oscilarmos tanto'

·1 minuto de leitura


O início do Vasco na Série B do Campeonato Brasileiro foi preocupantemente ruim. O departamento de futebol esteve todo sob pressão. Até que o técnico Marcelo Cabo optou por trocar, em vez de jogadores na escalação, o sistema de jogo. Abriu mão do 4-2-3-1 e passou a adotar um 4-4-2 com o meio-campo em losango. O time melhorou, e o diretor executivo de futebol do clube valoriza.

- Desde essa mudança, após o jogo contra o Avaí, o Vasco tem 62% de aproveitamento, praticamente de líder. O que ainda não corrige a nossa conta para cima são as quatro primeiras rodadas - lamentou o dirigente, que acrescentou sobre o período inicial:

- Em casa, fizemos zero pontos em dois jogos. Nos quatro primeiros jogos tivemos praticamente 30% de aproveitamento (quatro pontos de 12 possíveis). De nada adianta oscilarmos tanto no campeonato. Agora estamos com um aproveitamento bom - celebrou.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Nos quatro primeiros jogos o Vasco:
- Perdeu em casa para o Operário
- Empatou fora de casa com a Ponte Preta
- Ganhou do Brasil-RS fora de casa
- Perdeu em casa para o Avaí

Após a mudança tática o Vasco:
- Ganhou do CRB em casa
- Perdeu para o Cruzeiro fora de casa
- Ganhou do Brusque em casa
- Perdeu para Goiás fora de casa
- Ganhou do Confiança em casa
- Ganhou do Sampaio Corrêa em casa
- Empatou com o Coritiba fora de casa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos