Ozil afirma que seu futuro no Arsenal não depende de Arsene Wenger

O alemão Mesut Ozil afirmou que sua renovação de contrato com o Arsenal não depende da manutenção do técnico Arsene Wenger no clube inglês. No começo do ano, o jogador foi mal interpretado por conta de uma declaração em que relacionava sua permanência com a do comandante, porém, explicou que no futebol é complicado planejar algo.

Leia mais: 

Arsenal atropela time da quinta divisão e avança à semi da Copa da Liga 

O jogador está nos últimos 12 meses de seu contrato com os Gunners e, de acordo com o jornal inglês The Mirror, foram oferecidas 280.000 libras (aproximadamente 1.069.880 reais) por semana para seu novo contrato. No entanto, o Bayern de Munique está de olho em conquistar o jogador da seleção alemã e já iniciou algumas propostas para o time que joga o Campeonato Inglês.

“Tudo está em aberto. Nós estamos conversando com o Arsenal. Mas, agora, estou concentrado na temporada”, disse o alemão ao jornal Bild. “Arsene Wenger é uma das razões para que eu tenha fechado com o Arsenal, mas eu sei que algumas coisas acabam rápido no futebol. Você nunca deve planejar algo. É por isso que seria errado dizer que o meu futuro depende do treinador”, explicou.

Ozil afirmou ainda que tem um objetivo a conquistar com o Arsenal. De acordo com o jogador, é preciso de motivação para se jogar futebol. “Sendo atleta, você nunca está satisfeito. Eu quero ganhar uma Liga dos Campeões um dia, preferivelmente com o Arsenal. Eu tenho mais um ano de contrato aqui, temos tempo”, completou.

Depois da vitória por 5 a 0 do Arsenal, neste sábado, sobre o Lincoln City, em partida válida pelas quartas de final da Copa da Inglaterra, o técnico dos Gunners não está mais tão ameaçado. De acordo com a imprensa inglesa, Wenger pode ter sido salvo por este resultado que classificou a equipe inglesa à semi do torneio nacional.