'Ouvi certas coisas de uma pessoa e não gostei', dispara Renato Gaúcho sobre sua saída do Grêmio

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Para quem achou que o relacionamento de quase cinco anos entre Grêmio e Renato Gaúcho fosse um mar de rosas, está enganado. Em entrevista ao "Bem, Amigos", do SporTV, nesta segunda-feira, o ex-treinador tricolor confessou que deixou a equipe por alguns atritos internos após desgastes por resultados no campo: "Ouvi certas coisas de uma pessoa e não gostei.

- Muitas coisas foram faladas depois que o Grêmio foi eliminado do jogo da pré-Libertadores. Eu estava ainda me recuperando da Covid-19 e ouvi certas coisas de uma pessoa. Não vale a pena comentar, mas eu não gostei. Aí eu fui dormir. No dia seguinte, tocou o telefone. Era a minha esposa. E ela falou assim: "Arruma as malas e vem embora". Todo ciclo tem um início, meio e fim - comentou ele.

Sondado pelo Santos, Renato conta que, após quase cinco anos de Grêmio, ele acreditava que não merecia ser "desrespeitado". No programa, o ex-jogador de Flamengo, Fluminense e Seleção conta que já estava decidido por ir embora mesmo com uma ligação do presidente Romildo Bolzan.

- E mais ou menos pelas 13h, o presidente me ligou. Eu falei: "Presidente, eu sei que vocês estavam em uma reunião, mas, independente, deixa eu falar uma coisa: já arrumei minha mala. Estou indo embora porque acho que, na vida, as pessoas têm que ter respeito. Principalmente ídolos. No momento que você tem uma pessoa no clube que não faz nada, pelo contrário, atrapalha, eu não vou ficar batendo boca com ninguém. Estou de malas prontas. Ninguém vai mudar minha opinião. Já marquei minha passagem e estou indo".

Renato conquistou três Campeonatos Gaúchos, uma Libertadores e uma Copa do Brasil durante os quatro anos e alguns meses no clube. Em 2021, o Imortal, que não havia parado nas quartas de final na Libertadores, não esteve no topo no Brasileirão. A queda de Renato acontece após uma sequência negativa de resultados, que tiraram a paciência de torcedores e dirigentes.

Grêmio x Esportivo - Renato Gaúcho
Grêmio x Esportivo - Renato Gaúcho

Renato Gaúcho venceu, principalmente, uma Copa do Brasil e uma Libertadores (FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)

SONHO PELA SELEÇÃO?
Junto de Galvão Bueno e outros jornalistas, Renato revelou que a relação entre ele e o presidente tricolor sempre foi de parceria, mesmo quando era para se decidir alguma escolha para o time. Agora sem clube, Renato estuda outras possibilidades para retornar ao comando esportivo em breve. Uma oportunidade sempre passou por sua cabeça. E na de Galvão Bueno também.

- Eu vou falar logo de cara para deixar a polêmica no ar. Eu nunca escondi minhas opiniões e não vai ser depois de mais coroa que eu vou esconder. Eu sempre disse claramente. Quando o Tite sair, se o Tite vier a sair, quando vier, depois da Copa, se alguém me perguntar, e eu tiver algum direito de escolher quem seria o técnico da Seleção Brasileira, eu diria sem titubear Renato Gaúcho Portaluppi - disse Galvão, que recebeu o apoio no estúdio.


Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos