Otero se dedica por permanência no Corinthians, mas sabe que chance é pequena

Fábio Lázaro
·2 minuto de leitura


O meia Otero tem feito de tudo para permanecer no Corinthians, mas não deve ser o suficiente.

Segundo apurou o LANCE!, o próprio estafe do atleta vê com bastante pessimismo a continuidade do venezuelano no Timão, isso porque o contrato vence em aproximadamente dois meses e a diretoria corintiana ainda não procurou os representantes do jogador para discutir a extensão.

Enquanto o futuro de Otero não é definido, o técnico Vagner Mancini segue contando com o camisa 11. Titular na vitória do Alvinegro por 2 a 0 sobre o Ituano, no último domingo (18), pela sexta rodada do Campeonato Paulista, na Neo Química Arena, o meio-campista foi o autor do primeiro gol do jogo.

Além disso, foi o jogador do Corinthians com o maior índice de passes certos, 93% - 13 acertos em 14 tentativas. Otero também foi bem nos cruzamentos e bolas longas, acertando dois em três em ambos os quesitos. Além disso ele venceu oito dos 10 duelos no chão e sofreu seis faltas, de acordo com o SofaScore.

O venezuelano acredita que pode contribuir com a camisa corintiana e para isso tem buscado agarrar todas as chances, quando escalado.

Com uma política de contensão de despesas, a tendência é que Otero saia para aliviar o caixa do Timão, mas parte da direção do clube ainda cogita abrir conversas por renovação, por entender que o jogador pode agregar ao Corinthians. Contudo, no braço de ferro entre a parte técnica e financeira, a segunda encaminha a vitória.

O corpo técnico corintiano até gostaria da manutenção do meia, mas tem pouca ingerência no assunto, pois já deixou claro que entende a situação administrativa do Timão e, por isso, não baterá o pé para a permanência de qualquer atleta.

Contratado em agosto do ano passado pelo Timão, após ficar fora dos planos de Jorge Sampaoli no Atlético-MG, onde tem contrato até o dia 30 de junho, Otero foi emprestado ao clube do Parque São Jorge até o fim do seu vínculo com o Galo Mineiro, justamente para onerar os gastos com salário do time de Belo Horizonte. Caso o jogo vire e a direção do Corinthians queira manter o atleta, terá que acertar diretamente com o jogador, que estará livre no mercado.

>> Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos