Otamendi é vítima de assalto violento e Benfica poupa zagueiro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
LISBON, PORTUGAL - DECEMBER 08:  Nicolas Otamendi of SL Benfica reacts during the UEFA Champions League group E match between SL Benfica and Dinamo Kiev at Estadio da Luz on December 08, 2021 in Lisbon, Portugal. (Photo by Jose Manuel Alvarez/Quality Sport Images/Getty Images)
Zagueiro argentino foi rendido em casa e teve cinto amarrado a seu pescoço. Jorge Jesus informou que Otamendi será poupado. Foto: (Jose Manuel Alvarez/Quality Sport Images/Getty Images)

O zagueiro argentino Nicolás Otamendi sofreu um ataque violento na última segunda-feira (13) quando chegava em sua casa em Setúbal, Portugal. Após a vitória por 4 a 1 do Benfica pra cima do Famalicão, em partida válida pelo Campeonato Português, o jogador foi rendido por ladrões que invadiram sua casa e roubaram objetos de alto valor e dinheiro do atleta.

De acordo com o portal português Correio da Manhã, quatro indivíduos renderam Otamendi e ingressaram em sua casa, onde estavam a esposa e dois filhos do zagueiro, que teve um cinto preso ao seu pescoço e chegou a ser agredido pelos criminosos durante o assalto.

Leia também:

Após o ocorrido, sua casa foi monitorada pela polícia, que investiga o caso desde o registro de ocorrência. O jogador será poupado por Jorge Jesus, treinador do Benfica, no jogo dessa quarta-feira, contra o Sporting de Covilhã, pela Taça da Liga: "Ele está super assustado, como é normal. Amanhã nem vou levá-lo para o jogo. Há que se recuperar porque a vida continua".

Jesus aproveitou a entrevista coletiva prévia à partida para manifestar sua preocupação com a segurança não apenas em seu país natal, mas na Europa como um todo: "Isto são sinais, está acontecendo muito na Europa, na Inglaterra, França. Portugal não tanto, mas agora aconteceu. Temos de olhar para os sinais. As autoridades precisam de ter mais poder. Hoje, na defesa do cidadão, qualquer polícia que faça uma intervenção tiram-lhe uma fotografia, metem-lhe um processo disciplinar e o mandam embora. Isto não é uma forma de liderar um país que quer ter autoridade''.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos