Turista alemão morre ao cair de montanha que escalava na Bolívia

EFE

La Paz, 16 abr (EFE).- Um turista alemão morreu ao cair de uma montanha situada a 25 quilômetros da cidade de La Paz, capital administrativa da Bolívia, informou nesta segunda-feira uma fonte da polícia deste país.

O incidente aconteceu no final de semana quando o homem, de sobrenome Langer e de entre 45 e 50 anos de idade, escalava o pico Huayna Potosí, segundo disse aos meios de comunicação o chefe da Divisão de Homicídios da Força Especial de Luta Contra o Crime (FELCC), Freddy Tambo.

"Aparentemente encontrava-se na companhia de alguns amigos do mesmo país, que vão nos dar informações sobre de que maneira teria caído", acrescentou Tambo.

O corpo foi resgatado pela Brigada Especial de Resgate dos Bombeiros e a polícia boliviana já entrou em contato com a embaixada alemã em La Paz para reportar o incidente.

A proximidade do Huayna Potosi, "Colina Jovem" na língua aimara, com La Paz faz desta montanha, cuja cume supera os 6.000 metros acima do nível do mar, um local atrativo para os escaladores que visitam a cidade. EFE


Leia também