Osasco tem casos de Covid-19 no elenco e por isso terá dois jogos da Superliga adiados

·1 min de leitura
O Osasco enfrenta um surto de Covid-19 no elenco (Foto: @Carol_fotografia/Divulgação)


Vice-líder da Superliga feminina de vôlei, o Osasco encara um surto de Covid-19 no elenco e por isso as partidas contra Fluminense e Minas serão remarcadas. Inicialmente, os compromissos estavam marcados para os dias 7 e 10 de janeiro.

Nem o clube nem a CBV informaram, pelo menos até agora, o número de doentes na equipe. Em nota oficial, o time paulista assegurou que não tem nenhuma atleta em condição delicada de saúde.

O jogo do Osasco contra o Fluminense seria o primeiro do returno da competição, enquanto a partida contra os atuais campeões, embora três dias, seria pelo fim do primeiro turno.

Assim, a CBV terá também que adiar jogos da Copa Brasil de Vôlei, torneio que reúne os oito melhores do primeiro turno da Superliga. Os times já estão definidos, mas falta definir quem ficará em segundo e em terceiro. Um será o Osasco e o outro o Minas. A ordem define as quartas de final da Copa Brasil já que o primeiro encara o oitavo, o segundo pega o sétimo e por aí vai.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos