Osaka confirma bom momento, vence em Pequim e volta ao top 3

A japonesa Naomi Osaka venceu a australiana Ashleigh Barty, atual número 1 do ranking da WTA, e conquistou, de virada, o título da WTA em Pequim, na China, por 2 sets a 1, na manhã deste domingo. As parciais foram de 3/6, 6/3 e 6/2, em partida que durou uma hora e 50 minutos.


Ela vem embalada, já que este foi seu segundo título em 14 dias: na semana passada, ela foi campeã no WTA de Osaka, no Japão, sua cidade natal. Esses dois resultados a fizeram recuperar o terceiro posto no ranking mundial, além de ter garantido presença no Finals de Shenzhen.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Com os pontos somados, Barty seguirá na liderança nesta segunda-feira, quando a lista for atualizada. Karolina Pliskova permanecerá em segundo, enquanto Osaka tomará o lugar de Elina Svitolina, que cairá para quarto no ranking.

Na final de duplas, as norte-americanas Sofia Kenin e Bethanie Mattek-Sands venceram a letã Jelena Ostapenko e a ucraniana Dayana Yastrenska, 6/3, 6/7 (5-7) e 10-7.

You missed the moment where @Naomi_Osaka_ clinched it? Worry no more, here it is again 🙂 pic.twitter.com/m1ibqsrrbm

— China Open (@ChinaOpen) October 6, 2019


Leia também