Osaka avança sem jogar e Muguruza vai enfrentar Azarenka no US Open

·3 minuto de leitura

A japonesa Naomi Osaka se classificou sem jogar a terceira rodada do Aberto dos Estados Unidos nesta quarta-feira devido à desistência de sua adversária momentos antes da partida, enquanto a hispano-venezuelana Garbiñe Muguruza venceu em um dia marcado por chuvas em Nova York.

Um problema de saúde da jovem sérvia Olga Danilovic permitiu que Osaka, defensora do título, evitasse seu compromisso na segunda rodada do Open, onde a chuva causou vários atrasos e interrupções dos jogos.

Faltando apenas uma hora para o início do confronto Osaka-Danilovic, os organizadores do Open informaram que a jovem tenista sérvia havia desistido "por motivos médicos", sem dar mais detalhes.

"Estou muito triste por ter que me retirar da minha partida esta manhã", disse Danilovic mais tarde em sua conta no Instagram, descartando que seu abandono esteja relacionado à pandemia de coronavírus.

"Tenho me sentido mal nos últimos dias devido a uma doença viral não relacionada à covid", disse ela.

Osaka vai enfrentar na terceira rodada a canadense Leylah Fernandez, que derrotou a estoniana Kaia Kanepi com parciais de 7-5 e 7-5.

A estrela japonesa busca seu terceiro título no Open e o quinto título do Grand Slam nos últimos quatro anos.

- Sabalenka arrasa -

Na manhã desta quarta-feira, a chuva remanescente do furacão Ida, que atingiu a costa do Golfo dos Estados Unidos no fim de semana, causou estragos na programação das quadras ao ar livre no US Open.

Na quadra Louis Armstrong, coberta por seu teto retrátil, a hispano-venezuelana Garbiñe Muguruza derrotou a alemã Andrea Petkovic por 6-4 e 6-2 em uma hora e 29 minutos.

Muguruza, que busca seu terceiro título de Grand Slam na carreira, dominou o jogo contra Petkovic e deixou uma impressão melhor do que na sua estreia na segunda-feira contra a croata Donna Vekic.

A atual 10ª colocada do ranking da WTA tenta agora superar seu melhor resultado em Nova York contra Azarenka, ex-número 1 do mundo, que derrotou a italiana Jasmine Paolini por 6-3 e 7-6 (7/1).

"Vai ser um jogo muito difícil. Ela sempre joga muito bem aqui", disse Muguruza sobre a bielorrussa, que perdeu três finais do US Open, a última em 2020 para Osaka.

"Ela é uma das melhores jogadoras que existem", reconheceu Muguruza sobre Azarenka, que foi uma das grandes sensações da temporada passada quando regressou a uma final de Grand Slam após sete anos de ausência.

Aryna Sabalenka, número 2 do mundo e outra das grandes favoritas no feminino, derrotou a eslovena Tamara Zidansek por 6-3 e 6-1 em apenas 59 minutos de jogo.

A bielorrussa, em busca de sua primeira final de Grand Slam, enfrenta agora a americana Danielle Collins.

--- Resultados desta quarta-feira do US Open:

- Simples feminino (2ª rodada):

Elina Svitolina (UCR/N.5) x Rebeka Masarova (ESP) 6-2, 7-5

Darya Kasatkina (RUS/N.25) x Markéta Vondrousová (CZE) 3-6, 6-4, 6-4

Elena Rybakina (CAZ/N.19) x Caroline Garcia (FRA) 6-1, 6-4

Simona Halep (ROM/N.12) x Kristína Kucová (SVK) 6-3, 6-1

Leylah Fernandez (CAN) x Kaia Kanepi (EST) 7-5, 7-5

Naomi Osaka (JPN/N.3) x Olga Danilovic (SRB) (WO)

Kamilla Rakhimova (RUS) x Ekaterina Alexandrova (RUS/N.32) 6-4, 6-1

Victoria Azarenka (BLR/N.18) x Jasmine Paolini (ITA) 6-3, 7-6 (7/1)

Garbiñe Muguruza (ESP/N.9) x Andrea Petkovic (ALE) 6-4, 6-2

Elise Mertens (BEL/N.15) x Valentini Grammatikopoulou (GRE) 6-2, 6-2

Ons Jabeur (TUN/N.20) x María Camila Osorio (COL) 6-0, 6-1

Danielle Collins (EUA/N.26) x Kaja Juvan (SLO) 6-4, 6-2

Aryna Sabalenka (BLR/N.2) x Tamara Zidansek (SLO) 6-3, 6-1

./bds/gbv/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos