Os principais destaques da grande vitória do Santos sobre o San Lorenzo

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

O que tinha tudo para ser o jogo mais desafiador deste início de temporada do Santos, acabou sendo mais uma evidência do quanto este clube tem coração e está habituado a crescer em jogo de Libertadores. Mesmo recheado de desfalques, o Peixe se superou e saiu da Argentina com uma vitória maiúscula por 3 a 1 contra o San Lorenzo, dando um passo gigantesco para confirmar sua classificação à fase de grupos da competição continental.

A seguir, listamos os principais destaques do Alvinegro neste duelo:

1. Lucas Braga

Lucas Braga foi eleito o 'craque do jogo' na Argentina | NATACHA PISARENKO/Getty Images
Lucas Braga foi eleito o 'craque do jogo' na Argentina | NATACHA PISARENKO/Getty Images

O camisa 30 foi escolhido pela Conmebol como o melhor da partida, e com justiça. Seu nome não aparecia nas prévias entre os titulares alvinegros, mas a 'surpresa' de Holan acabou dando muito certo: incansável, levou perigo constante à defesa rival e acabou premiado com um golaço, o tento que abriu caminhos para o triunfo do Peixe.

2. Gabriel Pirani

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Escolhido para ser o principal articulador do Peixe no pesado confronto, o meia de 18 anos jogou com a maturidade e tranquilidade de um veterano. Ditou o ritmo da partida e esteve em todos os lugares do campo enquanto teve fôlego. Um verdadeiro recital do garoto, que iniciou a jogada que gerou o pênalti convertido por Marinho.

3. Ariel Holan

Holan conquistou seu primeiro grande resultado como técnico do Peixe | Pool/Getty Images
Holan conquistou seu primeiro grande resultado como técnico do Peixe | Pool/Getty Images

Apesar do pouco tempo de casa e de não ter conseguido trabalhar dia algum com seu elenco completo à disposição, o experiente treinador argentino promoveu a campo uma escalação arrojada e foi corajoso em apostar no que o Peixe tem de melhor: seus jovens talentos.

Kaiky, Balieiro, Pirani, Marcos Leonardo e posteriormente Ângelo, que entrou no segundo tempo e anotou o terceiro gol do Santos - tornando-se o jogador mais jovem a balançar as redes na história da Libertadores -, estiveram entre os titulares e foram muito bem na Argentina.