Os jogos que marcaram as campanhas de Chelsea e Manchester City na Champions

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Chelsea e Manchester City chegaram, com méritos, à decisão da Champions League 2020/2021. Cada um ao seu estilo, a caminhada foi digna de quem tem condições de ser o novo dono do troféu mais cobiçado da Europa. Agora, sempre tem aquele confronto especial, que encaminha uma conquista e que fica marcado na memória de todos. Para Blues e Citizens, qual foi esse duelo? Talvez não seja nem tão difícil assim de escolher...

1. Atlético de Madrid 0 x 1 Chelsea

Girour encaminhou classificação dos Blues às quartas de final | DANIEL MIHAILESCU/Getty Images
Girour encaminhou classificação dos Blues às quartas de final | DANIEL MIHAILESCU/Getty Images

Foi o primeiro jogo do Chelsea na Champions sob o comando de Thomas Tuchel, ele que foi contratado em meio à temporada. A abertura da fase de oitavas de final colocou os Blues diante de um rival que viria a ser o campeão espanhol, deixando os poderosos Real Madrid e Barcelona para trás. A partida, por conta da pandemia, foi disputada em Bucareste (com mando do Atlético de Madrid), e os ingleses ganharam por 1 a 0, gol do contestado Giroud. Era o prenúncio de algo? Em casa, o time confirmou a classificou ganhando por 2 a 0.

2. Paris Saint-Germain 1 x 2 Manchester City

De Bruyne marcou um dol gols da partida na França | Alex Grimm/Getty Images
De Bruyne marcou um dol gols da partida na França | Alex Grimm/Getty Images

O Manchester City convivia com o fantasma de nunca ter chegado à decisão da Champions League e teve que encarar, na semifinal, um outro rival sedento pelo título e que vinha de um vice-campeonato. Pois os comandados de Guardiola não deram chance ao Paris Saint-Germain. Logo na partida de ida, aplicaram 2 a 1, de virada, em pleno Parque dos Príncipes e, ali, começaram a encaminhar a tão sonhada vaga. De Bruyne e Mahrez fizeram os gols do time inglês, que em casa construiria nova vitória (2 a 0) e chegaria, assim, ao duelo deste sábado.