Os erros do Vasco neste início de temporada

O Vasco começou o ano de 2017 sob forte desconfiança da crítica e dos próprios torcedores após um retorno à Série A com sustos e emoções que poderiam ser evitados. E após três meses de trabalho, o sinal de alerta está ainda mais ligado para os cruzmaltinos, depois de um início de temporada que preocupa a todos. Desta forma, a Goal analisou os erros da equipe de São Januário após a eliminação na Copa do Brasil. 

Cristóvão Borges Vasco treino pré-temporada 03 01 2016

O nome de Cristóvão Borges nunca foi uma unanimidade em São Januário. Apresentado no dia 1 de dezembro de 2016 para ser o sucessor de Jorginho, a contratação do treinador foi vista sob forte desconfiança por parte da imprensa e dos torcedores.

E após um pouco mais de três meses de trabalho, a sua permanência no clube é questionada. Vivendo grande pressão após a eliminação na Copa do Brasil, Cristóvão, até o momento, não conseguiu dar uma identidade ao elenco. Nenhuma jogada ensaiada é vista nas partidas e a equipe parece sem alma e sangue dentro do gramado.

Apesar da primeira passagem ter sido de sucesso no Vasco, a sua contratação foi um erro já que os seus últimos clubes não emplacaram e ele ainda busca um bom trabalho para acabar com a desconfiança. E a equipe carioca não era o melhor local para buscar isso, uma vez que o cruz-maltino também buscava um trabalho mais sólido e um nome com mais confiança para realizar o início de um trabalho após o retorno a Série A.

Wagner Vasco x Vila Nova Copa do Brasil 01 03 17

O elenco do Vasco se reapresentou no dia 2 de janeiro com apenas um único reforço, o meia argentino Escudero. No decorrer do ano, mais alguns nomes foram chegando, como foi o caso de Wagner, Murique e, por último, Luis Fabiano.

Porém, o elenco é muito limitado técnicamente e esse início de temporada já deixou claro para os torcedores que o ano não vai ser nada tranquilo no retorno a elite do Campeoanto Brasileiro.

O anúncio de um ano desgastante para o torcedor começou na Florida Cup, quando o Vasco foi goleado pelo Corinthians por 4 a 1 na semifinal do torneio realizado nos Estados Unidos. Completamente dominado, um sinal de alerta foi ligado apesar da justificativa "o ano está apenas começando".

Mas o que falar então da estreia do Campeonato Carioca, quando o Fluminense venceu sem dificuldades a equipe por 3 a 0? A campanha na competição ainda não foi tão animadora e, apesar de ter chegado à semifinal, foi eliminado pelo Flamengo quando foi derrotado por 1 a 0.

Eurico Miranda Vasco 17 01 2017

Eurico Miranda é aquele tipo de pessoa que ou você ama, ou odeia. E apesar da torcida do Vasco ser dividida em relação ao comando do presidente, o dirigente vem cometendo sucessivos erros em São Januário.

Muitos afirmam que Eurico defende o clube como ninguém e isso não há dúvidas. Mas as suas frases fortes podem gerar uma pressão ainda maior na equipe. O último exemplo foi na última terça-feira (14), quando em entrevista à Espn Brasil, o dirigente afirmou que o clube lutaria pela Libertadores.

Depois de um início de temporada muito preocupante, com desempenho inseguro, sendo eliminado inclusive precocemente na Copa do Brasil - na terceira fase -, gerar uma expectativa no torcedor chega a ser irresponsável, uma vez que Cristóvão Borges já está sofrendo forte pressão por resultados.

Hoje, o Vasco precisa colocar os pés no chão e entender a sua realidade. Coisa que Eurico Miranda se recusa a fazer.