Os dez principais agentes de futebol do Brasil

Wagner Ribeiro é hoje o empresário de Neymar. Foto: Gazeta Press

Por Matheus Ribeiro (@_ribeirom)

Quando um jogador ruim faz sucesso e vai para clubes que estão acima de seu patamar, vários torcedores costumam se perguntar quem é o empresário que fez a ótima negociação para o atleta. E para falar a verdade, dá para dizer que o Brasil tem agentes que fazem ou fizeram trabalhos excelentes, sendo requisitados por jogadores de alto nível ou intermediando negociações envolvendo equipes grandes do futebol mundial. Então montamos uma lista com os dez principais agentes brasileiros, seja no momento ou no passado.

Wagner Ribeiro
Ribeiro pode não ter a mesma influência de tempos antigos junto com Juan Figer, mas ele ainda é responsável por agenciar o principal jogador brasileiro no momento, Neymar, e outros nomes reconhecidos, como Lucas, Hulk e Robinho. Falando no último, Wagner participou de perto das negociações astronômicas envolvendo o meia-atacante, do Santos para o Real Madrid e, alguns anos depois, da capital espanhola para o Manchester City. Além disso, sua influência pode ser vista em vários clubes menores do Brasil.

Giuliano Bertolucci
O ex-goleiro da seleção brasileira de pólo aquático aparece como o sexto empresário mais influente do futebol mundial em uma lista de revista inglesa FourFourTwo feita no ano passado. E parte disso é pela influência de Bertolucci na Premier League, principalmente no Chelsea. Giuliano ajudou os Blues a contratar sete jogadores brasileiros: Alex, Ramires, Oscar, Willian, David Luiz, Nathan e Lucas Piazon. Além disso, ele também emplacou brasileiros no Queens Park Rangers (Júlio César) e no Tottenham (Gomes, Sandro e Paulinho). Atualmente, além de agenciar alguns dos atletas do Chelsea, ele também é o empresário de Marquinhos, do PSG e da seleção brasileira.

Joseph Lee
Indonésio que mora no Brasil há mais de 30 anos, Lee tem sido fundamental no processo em que chineses têm buscado jogadores aqui. Homem de confiança de Wang Jianlin, uma das pessoas mais ricas do mundo e um dos responsáveis pela ascensão do futebol chinês nos últimos anos, o indonésio fez a intermediação de praticamente todas as transferências de jogadores e técnicos brasileiros que foram para a China. São-paulino assumido, ele agencia a carreira de vários jogadores que passaram pelo clube na base, como Hernanes, Casemiro e Ademílson.

Eduardo Uram
Uram é carioca, mas é o empresário do momento nos clubes paulistas. Entre os mais de 150 jogadores agenciados por ele, estão vários atletas de três dos grandes paulistas. São seis no Palmeiras (incluindo o zagueiro Vitor Hugo), três no São Paulo (Cícero e Wellington Nem estão entre eles) e um no Santos, no lateral esquerdo Matheus Ribeiro. Ele também é o agente de Allan, do Napoli, e de Diego Souza, do Sport e convocado recentemente para a seleção brasileira. O empresário também colaborou para a transferência internacional de jogadores como Daniel Alves, Maxwell e Roberto Firmino.

Carlos Leite
O nome de Carlos Leite voltou a ser falado pelo público em 2016, quando saíram notícias falsas de que seis dos atletas convocados por Tite eram agenciados por ele. Não foi o caso na época, mas Leite é extremamente influente no futebol brasileiro. Ele é agente de dois jogadores da atual seleção brasileira – Fágner e Renato Augusto –, do técnico Mano Menezes e de alguns outros atletas de renome no Brasil, como Cássio e Elias. No momento, ele está infiltrado no Vasco, sendo fundamental para a contratação do técnico Cristóvão Borges e já colocou pelo menos sete jogadores na equipe carioca.

Luiz Taveira
Taveira é um caso curioso em relação aos outros nomes na lista. Depois de ter sido agente de jogadores como Alex Silva e Zé Love, ele deixou o ramo de relação direta com atletas e passou a ser um intermediário. Hoje, ele tem um trânsito imenso no Santos e ajudou a trazer vários jogadores que estão no elenco da equipe do litoral. Ricardo Oliveira, Cléber e Bruno Henrique foram alguns atletas que só foram contratados por causa da influência do agente, que muitos consideram como um braço direito do presidente Modesto Roma Júnior.

Malcom posa ao lado de Fernando Garcia. Foto: Reprodução/Instagram/@malcomoliveira_97

Fernando Garcia
Através de sua empresa, Elenko Sports, Garcia faz um trabalho extensivo pelo interior do país buscando novas promessas. Mas seu trabalho já está consolidado dentro de um dos grandes clubes do Brasil. Hoje, Fernando tem seis atletas dentro do Corinthians: Danilo, Guilherme Arana, Marlone, Maycon, Vilson e Walter. O portfólio da empresa também conta com jogadores em equipes de ponta da Europa, como Danilo (Real Madrid), Emerson (Roma) e Matheus Pereira (emprestado pela Juventus ao Empoli).

Juan Figer
A sua influência diminuiu bastante nos últimos anos, mas não seria uma lista de empresários que trabalham no Brasil se o nome de Juan Figer não fosse citado. O uruguaio trabalho com grandes nomes do futebol e acabou vindo ao Brasil. Por um tempo, ele teve fácil passagem no São Paulo, participando da venda de Denílson ao Bétis, da contratação de Diego Lugano e também auxiliou Kaká em algumas de suas transferências. Mais recentemente, ele fez uma parceria para administrar o futebol do Londrina, sempre facilitando a transferência de promessas que foram surgindo no clube, como o lateral Wendell (Bayer Leverkusen) e o atacante camaronês Joel (Botafogo).

Márcio Bittencourt
Enquanto trabalhava em um banco, Bittencourt cuidou de muitas contas de jogadores de futebol. Daí veio a ideia para mudar de ramo e virar empresário. Hoje, ele é agente de mais de 100 atletas, com destaque para os zagueiros Gil (Shandong Luneng e seleção brasileira) e Juninho (Tigres), e tem presença em vários dos grandes clubes nacionais. Além disso, ele foi um intermediário na negociação que levou Ronaldinho Gaúcho ao Fluminense em 2015.

Fabiano Farah
Farah chegou ao futebol após trabalhar com Fórmula 1 e pegou logo um cliente extremamente importante: Ronaldo. Depois de cuidar de parte da carreira do Fenômeno na Europa, ele encabeçou o projeto que trouxe o atacante o Corinthians, trabalhando junto com a equipe para conseguir a viabilização financeira do negócio. Além disso, ele também foi o empresário de Roberto Carlos e até hoje trabalha com a estrela da seleção brasileira feminina Marta. Fora do país, Farah auxiliou em transferências de nomes como Kaká, Karim Benzema e Xabi Alonso.