Os destaques na agenda da Olímpiada de Tóquio-2020

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Domingo (1º)

As finais das disputas individuais por aparelhos no masculino e no feminino da ginástica artística são realizadas a partir das 5h. A programação se repetirá no dia seguinte.

O handebol masculino do Brasil faz seu quinto jogo, contra a Alemanha, às 7h30.

Já o handebol feminino brasileiro tem como rival na quinta partida, às 23h, a França.

No atletismo, a fundista Sifan Hassan, da Holanda, corre os 1.500 m feminino às 21h35. Se cumprir a expectativa, estará na final em 6 de agosto, às 9h50.

Com três medalhas na Rio-2016, Isaquias Queiroz estreia em Tóquio em dupla com Jacky Godmann na canoagem velocidade C2-1.000 m a partir de 22h05. Se chegar à final, ele disputa medalha no dia 2, às 23h54.

Segunda (2)

Na vela, Martine e Kahena disputam a regata final da categoria 49er FX a partir das 2h33.

Em seu quinto jogo na Olimpíada, o vôlei feminino brasileiro enfrenta o Quênia às 9h45.

A partir das 23h, saem os primeiros campeões de boxe. Serão seis dias seguidos de pódio até o término dos Jogos.

Terça (3)

No atletismo, há as finais do salto com vara às 7h20.

Com um frustrante décimo lugar na Rio-2016, Ana Marcela Cunha cai na água para a maratona aquática sonhando com uma posição melhor. A prova começa às 18h30.

Depois do street, é a vez do skate park: a partir de 21h, as mulheres; e no dia seguinte, no mesmo horário, os homens. A britânica Sky Brown, com 13 anos completos no último dia 7, é uma das mais jovens da Olimpíada.

Quarta (4)

O hipismo salto realiza a sua final individual a partir das 7h. As provas da mesma modalidade, só que em equipe, ficarão para os dias 6 e 7 de agosto.

Às 7h30, vale acompanhar a final dos duetos do nado artístico. Com cinco medalhas olímpicas na carreira, a russa Svetlana Romashina merece atenção especial. Ela e sua equipe cairão na água novamente no dia 7 de agosto, às 7h30.

A partir de 22h, o caratê estreia em uma Olimpíada para três dias intensos de competição. A começar pelo kata, uma espécie de exibição individual de movimentos em sequência. Na virada da meia-noite, começa o kumite, os combates milenarmente conhecidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos