Os caras que querem superar o antigo xodó e hoje rival do Cruzeiro

O antigo xodó e hoje rival do Cruzeiro fez história pelo clube em 2005, obtendo um recorde que até hoje não foi superado nem dentro nem fora do time mineiro. Atualmente no Atlético-MG, Fred marcou 14 gols pela Raposa na Copa do Brasil 12 anos atrás. Ele é o maior artilheiro da história da competição em uma única edição e o maior goleador estrelado no torneio em todos os tempos.

Fred Atlético-MG Uberlândia Mineiro 12022017

(Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Atrás dele está Marcelo Ramos, com 12 bolas nas redes. Cleison e Oséas (cada um com 10), Fábio Júnior (9), Willian (8), Deivid (7), e Alex e Élber (6 cada) aparecem na sequência antes dos primeiros nomes do atual elenco estrelado: Ramón Ábila e Robinho.

Cada um já marcou cinco gols pelo Cruzeiro na Copa do Brasil, assim como nomes históricos como Aristizábal, Geovanni e Valdo. Depois de Robinho e Wanchope, aparecem Henrique e Rafael Sóbis, com quatro tentos cada. Vale destacar que o atacante marcou todos os seus quatro gols pela Raposa no torneio na fase anterior da competição, na goleada por 6 a 0 sobre o São Francisco-PA. 

A dupla está ao lado de Alex Alves, Marcelo Moreno, Nonato, Ricardinho, Roberto Gaúcho e Weldeon. Depois, dos nomes atuais do elenco, os artilheiros são Arrascaeta (três gols), Dedé (dois gols) e Léo (dois gols).

Rafael Sóbis Cruzeiro São Francisco-PA Copa do Brasil 22022017

(Foto: Washington Alves/Cruzeiro)

Com isso, Ábila, Robinho, Sóbis, Henrique, Arrascaeta, Dedé e Léo são os jogadores do atual elenco estrelado que já marcaram gols pela Raposa na Copa do Brasil e sonham em fazer ainda mais história na competição. Igualar ou superar Fred como o maior artilheiro celeste no torneio em todos os tempos parece ser algo difícil de se conseguir na edição atual, mesmo para os goleadores Ábila e Sóbis, mas eles podem subir alguns degraus na artilharia e, principalmente, ajudar o Cruzeiro a conquistar o quinto título do mata-mata e voltar a igualar o Grêmio como maior vencedor.

O próximo passo para conseguir o objetivo é nesta quarta-feira (8), às 21h45 (de Brasília), no Estádio José Gomes da Costa, contra o Murici, pela terceira fase da competição. O Cruzeiro nunca enfrentou a equipe do Alagoas.