Os 7 reforços que Ronald Koeman teria para montar o ‘novo Barcelona’

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Barcelona designou ao holandês Ronald Koeman a tarefa de reformular o elenco culé para a próxima temporada (2020/21). Com essa difícil missão, o treinador tem escolhido quem vai e quem fica no Camp Nou e também trabalhado para encaixar os novos – e nem tão novos assim – rostos ao esquadrão.

Da lista de novos, há Miralem Pjanić, que veio da Juventus em uma troca envolvendo o meia Arthur, Francisco Trincao, que foi contratado junto ao Braga, e Pedri, que era do Las Palmas. Já dos nem tão novos, há Philippe Coutinho, que estava emprestado ao Bayern de Munique. Há boas expectativas em relação ao quarteto e Koeman deve trabalhar para encaixá-los no time.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Além dos confirmados, o Barcelona corre ainda para fechar com outras duas peças de desejo de Koeman: Georginio Wijnaldum, do Liverpool, e Memphis Depay, Lyon. As negociações estão bem encaminhadas e a projeção é que eles cheguem para substituir Arturo Vidal e Luis Suárez, respectivamente.

E, depois do final da novela, Ronald Koeman trabalha para também para montar o Barcelona com Lionel Messi, que, por questões burocráticas e financeiras, segue no Camp Nou por mais dez meses. Além disso, há expectativas para que o Barça procure mais opções defensivas no mercado da bola.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos