Os 5 técnicos mais 'esquentados' do futebol brasileiro

·2 minuto de leitura

Fernando Diniz conseguiu a proeza de ser expulso em sua estreia como treinador do Santos, em partida contra o Boca Juniors. Punido pela Conmebol, o técnico não estava à beira dos gramados diante do The Strongest e não vai estar novamente nesta quarta-feira (26), no encerramento da fase de grupos da Copa Libertadores - o Peixe encara o Barcelona de Guayaquil.

Tendo isso como gancho, separamos os cinco comandantes mais "esquentados" do futebol brasileiro. Temos certeza que você sabe quem aparece como primeiro da lista.

5. Cuca

Cuca não é dos técnicos mais calmos do futebol. | Silvio Avila/Getty Images
Cuca não é dos técnicos mais calmos do futebol. | Silvio Avila/Getty Images

Expulso na grande final da Libertadores 2020, Cuca merece um lugar nesta lista, embora seja ligeiramente mais controlado que os próximos profissionais que vamos citar.

4. Sylvinho

Sylvinho tem fama de esquentadinho. | PHILIPPE DESMAZES/Getty Images
Sylvinho tem fama de esquentadinho. | PHILIPPE DESMAZES/Getty Images

A fama de "esquentadinho" na beira dos gramados vem da única experiência de Sylvinho enquanto treinador. Foram somente 11 jogos no comando do Olympique Lyon, mas ele já conseguiu desenvolver certa reputação no banco de reservas. Os jogadores já podem esperar alguns gritos...

3. Lisca

Lisca protagonizou algumas confusões recentes. | Alexandre Schneider/Getty Images
Lisca protagonizou algumas confusões recentes. | Alexandre Schneider/Getty Images

Ninguém ganha apelido de 'Lisca Doido' à toa. Conhecido pelo comportamento excêntrico e vários copos de plástico amassados, o técnico manifesta qualquer sentimento com muitos gritos e até algumas dancinhas de vez em quando.

2. Fernando Diniz

Os gritos falam por si só... | Miguel Schincariol/Getty Images
Os gritos falam por si só... | Miguel Schincariol/Getty Images

Quem não se lembra do grande episódio do técnico na época do São Paulo? Próximo das quatro linhas, Diniz direcionou alguns xingamentos a Tchê Tchê e protagonizou uma das maiores polêmicas do início deste ano. Esse foi apenas um dos acontecimentos, afinal, o treinador costuma ter postura elétrica durante as partidas.

1. Abel Ferreira

Abel Ferreira reclama com frequência da arbitragem. | Alexandre Schneider/Getty Images
Abel Ferreira reclama com frequência da arbitragem. | Alexandre Schneider/Getty Images

Indiscutível! Desde sua chegada ao Palmeiras, Abel Ferreira mostrou exímio conhecimento de futebol e paixão pela modalidade. Contudo, uma outra face do treinador aparece com frequência: o descontrole. É raro ver um jogo no qual o português não recebe, no mínimo, cartão amarelo.