Os 3 principais erros do Flamengo na derrota para o Red Bull Bragantino

O Flamengo foi superior ao Red Bull Bragantino durante grande parte dos 90 minutos, mas não conseguiu ‘matar o jogo’ e foi punido com uma derrota por 3 a 2, no Maracanã, no último sábado (19), pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem nomes importantes e em uma noite pouco inspirada, o Rubro-Negro não fez uma partida ruim, mas não alcançou o nível esperado e acabou sendo batido pela organizada Massa Bruta.

Dito isto, veja os 3 principais erros do Flamengo na derrota para o Red Bull Bragantino. Confira:

Problemas defensivos

O Flamengo novamente 'sofreu' para se defender. | Buda Mendes/Getty Images
O Flamengo novamente 'sofreu' para se defender. | Buda Mendes/Getty Images

Após cinco partidas sem ser vazado, o Flamengo voltou a apresentar problemas defensivos e sofreu três gols do Bragantino. Para além da qualidade da Massa Bruta, o Rubro-Negro também “facilitou”, tendo cedido espaços ao adversário e sofrido mais do que o necessário em lances triviais.

O tento da vitória, por exemplo, expôs totalmente o cansaço e a fragilidade defensiva da equipe de Rogério Ceni.

Falta de criatividade e intensidade

Gerson, Diego e companhia não foram bem. | Wagner Meier/Getty Images
Gerson, Diego e companhia não foram bem. | Wagner Meier/Getty Images

Embora tenha sido melhor do que o Bragantino, o Flamengo pecou demais na hora de criar e concluir os lances. Gerson e Diego não foram bem na partida; Filipe Luís não conseguiu apoiar – muito pela responsabilidade de “segurar” o Arthur; Michael errou quase tudo o que tentou; Bruno Henrique também não conseguiu assumir o protagonismo esperado; e Vitinho foi pouco efetivo. Max, que entrou na segunda etapa, não teve tempo para mostrar muito.

Em noite pouco feliz para quase todo o bloco de frente, salvo Rodrigo Muniz, o Mais Querido apelou para cruzamentos e lances truncados.

Noite pouco feliz de nomes importantes e falta de peças

Bruno Henrique não conseguiu ser decisivo. | Wagner Meier/Getty Images
Bruno Henrique não conseguiu ser decisivo. | Wagner Meier/Getty Images

Como destacado acima, o Flamengo enfrentou uma partida de pouca inspiração de seus principais jogadores – Bruno Henrique, Diego, Gerson etc. E, claro, isso pesou muito no resultado da partida. Sofrendo para produzir ao seu estilo, o Rubro-Negro demonstrou dificuldades e pagou por isso. O cansado também pesou contra.

Além disso, com vários nomes liberados para a Copa América, o Fla também ficou sem opções para reverter o placar.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos