Os 3 duelos mais desnivelados em tradição na segunda rodada da Libertadores

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

Se um clube está na disputa da Conmebol Libertadores, é porque ele fez por merece e deve ser respeitado. Contudo, não há nenhum problema em constatar que determinadas camisas são mais ou menos tradicionais que outras: na atual edição do torneio, temos alguns 'azarões' evidentes, e alguns deles encaram verdadeiros gigantes neste meio de semana.

A seguir, listamos os 3 confrontos mais desnivelados em tradição desta segunda rodada:

1. São Paulo x Rentistas (URU)

Rentistas tem pouquíssima tradicional continental | Pool/Getty Images
Rentistas tem pouquíssima tradicional continental | Pool/Getty Images

Não há nenhuma dúvida de que o confronto mais desequilibrado em histórico/tradição é São Paulo x Rentistas, que coloca frente a frente um tricampeão de Libertadores contra um estreante.

O Tricolor Paulista está entre os clubes brasileiros mais bem sucedidos e temidos em nível sul-americano, enquanto que os uruguaios estão, basicamente, "se apresentando" ao continente nesta temporada.

Apesar do desnível de trajetórias, é bom que o Soberano entre em campo ligado na próxima quinta-feira (29/04), já que o Rentistas arrancou um grande empate contra o tradicional Racing-ARG no primeiro jogo.

2. Olimpia (PAR) x Always Ready

Time peruano surpreendeu o Inter na primeira rodada | MANUEL CLAURE/Getty Images
Time peruano surpreendeu o Inter na primeira rodada | MANUEL CLAURE/Getty Images

O Club Olimpia tem a camisa mais pesada e tradicional do futebol paraguaio, somando três taças de Libertadores em sua sala de troféus: 1979, 1990 e 2002. Além disso, já foi vice-campeão em quatro oportunidades.

Seu adversário na segunda rodada da fase de grupos será o modesto Always Ready (PER), que faz apenas sua segunda participação na história da competição. Apesar da pouca tradição, os peruanos provaram na estreia que estão ambicionando grandes coisas no torneio: na altitude de La Paz, venceram o bicampeão Internacional por 2 a 0.

3. Flamengo x Unión La Calera

Chilenos do La Calera tentarão repetir feito de 2020 | MARTIN BERNETTI/Getty Images
Chilenos do La Calera tentarão repetir feito de 2020 | MARTIN BERNETTI/Getty Images

Após disputar a Copa Sul-Americana por dois anos consecutivos (2019 e 2020) - conseguindo a façanha de eliminar o Fluminense na primeira rodada da edição passada -, o atual elenco do La Calera conseguiu o feito inédito de levar o clube pela primeira vez à Libertadores.

O sorteio, no entanto, não foi nada parceiro para os estreantes: caíram em uma chave com três campeões da América, incluindo o poderoso Flamengo, vitorioso em 2019 e principal potência do futebol brasileiro atualmente.

Brasileiros e chilenos se enfrentam na próxima terça (27/04), no Maracanã.