Os 12 maiores acertos de Leonardo no PSG

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·5 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Com a chegada do lendário zagueiro Sergio Ramos, ex-Real Madrid, o Paris Saint-Germain deu mais um grande salto no mercado de transferências. E isso ressalta a capacidade e o conhecimento que o diretor-esportivo Leonardo tem para trabalhar no comércio da bola. O brasileiro, sem dúvidas, é peça importante no Parque dos Príncipes.

Sem mais delongas, veja os 12 maiores acertos de Leonardo no PSG.

12. Georginio Wijnaldum

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O meio-campista Georginio Wijnaldum parecia perto do Barcelona, porém, no apagar das luzes, o Paris Saint-Germain entrou na corrida e ficou com o holandês. Um belo “chapéu” e uma linda jogada de Leonardo.

O ex-meia do Liverpool tem tudo para fazer sucesso na França.

11. Achraf Hakimi

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O Paris Saint-Germain enfrentou muitos problemas com a lateral direita nas últimas temporadas. Assim, o clube resolveu investir pesado e trouxe Achraf Hakimi, ex-Inter de Milão, que é visto como um dos melhores do setor na Europa. Mais uma bela cartada do diretor-esportivo.

10. Blaise Matuidi

Blaise Matuidi deu muito certo no PSG. | Jean Catuffe/Getty Images
Blaise Matuidi deu muito certo no PSG. | Jean Catuffe/Getty Images

Leonardo chegou ao Parque dos Príncipes anos atrás e recebeu carta branca para trabalhar no mercado de transferências. Com os olhos atentos ao mercado, o brasileiro trouxe o meio-campista Blaise Matuidi, que estava no modesto Saint-Étienne. O meia fechou com o PSG em 2011 e construiu uma linda história na equipe.

9. Maxwell

Maxwell construiu uma linda jornada no Parque dos Príncipes. | Catherine Ivill - AMA/Getty Images
Maxwell construiu uma linda jornada no Parque dos Príncipes. | Catherine Ivill - AMA/Getty Images

O ano de 2012 foi muito importante para o PSG... Naquela temporada, o Paris Saint-Germain procurava um lateral-esquerdo. E foi aí que Leonardo teve a ideia de conversar com o Barcelona para saber da situação do brasileiro Maxwell, que não tinha muito espaço no Camp Nou.

Contratado pelo Paris Saint-Germain, o lateral se firmou e construiu uma bela trajetória na França, onde ficou até sua aposentadoria.

8. Thiago Motta

Thiago Motta se encaixou como uma luva no meio de campo do PSG. | MEHDI FEDOUACH/Getty Images
Thiago Motta se encaixou como uma luva no meio de campo do PSG. | MEHDI FEDOUACH/Getty Images

Thiago Motta certamente foi um dos grandes acertos de Leonardo. Veterano na Inter de Milão, o meio-campista chegou ao PSG com experiência e moral, e deu muito certo. O ítalo-brasileiro se destacou e até hoje é lembrado na França.

7. Javier Pastore

Javier Pastore também se saiu muito bem no Paris Saint-Germain. | Xavier Laine/Getty Images
Javier Pastore também se saiu muito bem no Paris Saint-Germain. | Xavier Laine/Getty Images

Embora não tenha atuado no mais alto nível por muito tempo na França, Javier Pastore é muito querido no PSG. Em 2011, o meio-campista deixou grandes franquias de lado e resolveu apostar no clube da Ligue 1, onde ficou até 2018. À época, o Paris Saint-Germain não poupou esforços e pagou 40 milhões de euros para tirá-lo do Palermo. Hoje, aos 32 anos, ele defende a Roma.

Foi uma grande contratação naquela oportunidade.

6. Edinson Cavani

Cavani é ídolo na França. | FRANCK FIFE/Getty Images
Cavani é ídolo na França. | FRANCK FIFE/Getty Images

Mesmo com a presença de Zlatan Ibrahimović, o Paris Saint-Germain não poupou dinheiro no mercado de transferências em 2013, quando trouxe Edinson Cavani. Voando na Napoli, o uruguaio aparecia no radar de muitas equipes na época, mas optou pela França e se deu bem.

Ele custou caro – mais de 60 milhões de euros –, mas fez valer o investimento com taças e gols – é o maior artilheiro da história do clube. Uma lenda.

5. Marco Verratti

Marco Verratti explodiu no PSG. | Eurasia Sport Images/Getty Images
Marco Verratti explodiu no PSG. | Eurasia Sport Images/Getty Images

Formado no modesto Pescara, da Itália, Marco Verratti custou pouco e rendeu muito ao Paris Saint-Germain. O meio-campista desembarcou na França em 2012 e desde então é um dos nomes mais populares do futebol do país. Atualmente, mesmo com problemas físicos, ele segue em alta na equipe.

4. Thiago Silva

Thiago Silva é um dos grandes zagueiros da história do PSG. | FRANCK FIFE/Getty Images
Thiago Silva é um dos grandes zagueiros da história do PSG. | FRANCK FIFE/Getty Images

Thiago Silva chegou ao Paris Saint-Germain em 2012 com o status de ser um dos melhores zagueiros do mundo. E não decepcionou. O defensor ficou na França até o ano passado e sempre em ótimo nível, o que o coloca na prateleira das lendas do Parque dos Príncipes. Uma excelente contratação.

3. Marquinhos

Marquinhos se tornou um dos melhores zagueiros do mundo no PSG. | John Berry/Getty Images
Marquinhos se tornou um dos melhores zagueiros do mundo no PSG. | John Berry/Getty Images

Outro grande achado de Leonardo. Em 2013, o diretor-esportivo olhou o mercado e encontrou Marquinhos, da Roma. À época, o zagueiro era visto como promissor, mas nada além disso. Hoje, porém, o brasileiro é um dos melhores zagueiros do mundo e uma peça-chave do PSG.

2. Sergio Ramos

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Um dos maiores zagueiros da história do futebol mundial, Sergio Ramos é do PSG. E isso mostra o quanto o clube cresceu nas últimas temporadas. O defensor chegou e tem tudo para elevar ainda mais o nível da equipe.

1. Zlatan Ibrahimović

Ibrahimović mudou o patamar do PSG. | BERTRAND GUAY/Getty Images
Ibrahimović mudou o patamar do PSG. | BERTRAND GUAY/Getty Images

O Paris Saint-Germain mudou de patamar com a chegada de Zlatan Ibrahimović. Polêmico, egocêntrico e talentoso, o craque sueco defendeu o PSG entre 2012 e 2016 e se tornou uma marca do clube. Uma contratação indiscutível e muito bem bolado por Leonardo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos