Os últimos 10 ganhadores do prêmio Golden Boy

Pedro José Domingues
·5 minuto de leitura

Na última quinta-feira (15), o jornal italiano Tuttosport divulgou a lista dos vinte concorrentes ao prêmio Golden Boy 2020. A premiação é dada ao melhor jovem jogador do futebol europeu na temporada anterior.

No entanto, nesse ano somente foram elegíveis jogadores nascidos até o ano de 2000 - é necessário o atleta ter 21 anos ou menos.

Pelo segundo ano seguido, os brasileiros Vinícius Júnior e Rodrygo, ambos do Real Madrid, estão concorrendo ao prêmio. Porém, a briga pela primeira posição será bem difícil esse ano.

Clique aqui para saber mais dos principais candidatos.

Essa premiação da Tuttosport acontece desde 2003, premiando jovens talentos em que se botava muita expectativa. Muitos vingaram, outros nem perto do sucesso esperado.

Conhece Lionel Messi? Pois é, ele já foi eleito Golden Boy, em 2005. Com isso, confira os últimos dez jogadores que conquistaram o prêmio. Vamos lá.

1. Mario Balotelli - Internazionale e Manchester City (2010)

Manchester United v Manchester City - Premier League | Laurence Griffiths/Getty Images
Manchester United v Manchester City - Premier League | Laurence Griffiths/Getty Images

Balotelli é um grande exemplo de que a cabeça comanda o corpo no esporte. Apesar de um início surpreendente na carreira, problemas extracampo afetaram - e muito - o desenvolvimento do atacante.

Em 2010, foi eleito o Golden Boy por sua passagem na Inter e no Manchester City - foi comprado pelo City no mesmo ano -, além de se destacar na seleção italiana.

2. Mario Götze - Borussia Dortmund (2011)

Dortmund's midfielder Mario Goetze react | PATRIK STOLLARZ/Getty Images
Dortmund's midfielder Mario Goetze react | PATRIK STOLLARZ/Getty Images

Um dos principais nomes naquele histórico Borussia de Jurgen Kopp, o meio-campista alemão Mario Götze encantava no futebol europeu.

Junto com Reus e Lewandowski, levou o Dortmund à final da Champions League, em uma campanha histórica. Em 2014, marcou o gol do título do tetracampeonato mundial da Alemanha.

Seu desempenho, porém, foi caindo ao longo dos anos, tendo menos destaque.

3. Isco - Málaga (2012)

Malaga's midfielder Isco celebrates afte | JORGE GUERRERO/Getty Images
Malaga's midfielder Isco celebrates afte | JORGE GUERRERO/Getty Images

Em 2012, foi a vez do espanhol Isco. Naquela ocasião, o meia fez história no Málaga, ajudando a equipe na melhor - e única - campanha da história do clube na Champions, chegando até as quartas.

Isco era uma das grandes promessas do futebol espanhol. Foi comprado pelo Real Madrid em 2013, e ainda vem mostrando bom futebol em Madrid, mesmo sem ser protagonista.

4. Paul Pogba - Juventus (2013)

Juventus v Celtic - UEFA Champions League Round of 16 | Valerio Pennicino/Getty Images
Juventus v Celtic - UEFA Champions League Round of 16 | Valerio Pennicino/Getty Images

Paul Pogba certamente foi um Golden Boy que vingou. Campeão do mundo com a França em 2018, o meio-campista era dominante em sua posição, mostrando muita habilidade.

Depois do sucesso na Juve, protagonizou uma das vendas mais caras da história do futebol, retornando ao Manchester Unied, clube que o revelou. Atualmente, é um dos principais e mais habilidosos meias da Europa.

5. Raheem Sterling - Liverpool (2014)

Liverpool v Arsenal - Premier League | Michael Regan/Getty Images
Liverpool v Arsenal - Premier League | Michael Regan/Getty Images

Raheem Sterling era a grande jóia inglesa da época. Ainda com a camisa do Liverpool, se destacou na temporada, e levou o prêmio.

Suas boas atuações e protagonismo com a camisa dos Reds o levaram para o Manchester City. Hoje, é o segundo jogador mais valioso do planeta - valor de mercado de 128 milhões de euros -, e destaque no City de Guardiola e na seleção.

6. Anthony Martial - Manchester United (2015)

Manchester United v Liverpool - Premier League | Matthew Ashton - AMA/Getty Images
Manchester United v Liverpool - Premier League | Matthew Ashton - AMA/Getty Images

Um dos principais jogadores do Manchester United até hoje, o atacante francês Anthony Martial foi o Golden Boy de 2015.

Atacante de muita velocidade e força física, Martial estava em sua primeira temporada na Inglaterra, e correspondeu as expectativas com um ótimo ano com a camisa dos Red Devils.

7. Renato Sanches - Benfica (2016)

Portugal v Austria - Group F: UEFA Euro 2016 | Chris Brunskill Ltd/Getty Images
Portugal v Austria - Group F: UEFA Euro 2016 | Chris Brunskill Ltd/Getty Images

Com destaque no Benfica e na seleção portuguesa, o meia Renato Sanches levou o prêmio em 2016. No mesmo ano, conquistou o inédito título da Eurocopa com Portugal.

Renato era visto como uma grande promessa, e seu futuro empolgava. Foi contratado pelo Bayern de Munique, mas não conseguir manter o desempenho. Atualmente, está no Lille, da França, tentando recuperar o bom futebol.

8. Kylian Mbappé - Mônaco (2017)

Manchester City FC v AS Monaco - UEFA Champions League Round of 16: First Leg | Stu Forster/Getty Images
Manchester City FC v AS Monaco - UEFA Champions League Round of 16: First Leg | Stu Forster/Getty Images

Talvez a maior revelação dos últimos anos, o atacante francês Kylian Mbappé só não fez chover em Mônaco. Foi destaque da equipe na campanha da Champions League de 2017, e encantou o mundo com suas atuações.

Em 2018, com apenas 17 anos, conquistou a Copa do Mundo com a França, Hoje, trata-se de um atacante completo e um dos melhores do mundo. E tem muita bola pela frente...

9. Matthijs De Ligt - Ajax (2018)

Ajax v Royal Standard de Liege - UEFA Champions League third round qualifying match | Dean Mouhtaropoulos/Getty Images
Ajax v Royal Standard de Liege - UEFA Champions League third round qualifying match | Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

Líder e capitão da equipe com apenas 17 anos, o zagueiro holandês Matthijs De Ligt teve a melhor temporada de sua carreira em 2018, ano que foi Golden Boy pelo Ajax.

Foi um dos principais jogadores na equipe de Erik Ten-Hag que chegou às semis da Champions daquele ano. Hoje, está na Juventus e tem potencial para ser melhor ainda. Um dos melhores da posição.

10. João Félix - Benfica (2019)

SL Benfica v Eintracht Frankfurt - UEFA Europa League Quarter Final - First Leg | Gualter Fatia/Getty Images
SL Benfica v Eintracht Frankfurt - UEFA Europa League Quarter Final - First Leg | Gualter Fatia/Getty Images

O ano de 2019 foi mágico para João Félix. Foi promovido aos profissionais do Benfica no meio da temporada, e foi protagonista na conquista do título português.

Com números sensacionais, foi contratado pelo Atlético de Madrid para substituir o francês Antoine Griezmann, mas ainda não correspondeu as expectativas. João é um dos principais jogadores de Portugal e tem um futuro enorme pela frente.