Orlando Ribeiro defende Luan após derrota para o Botafogo: 'Ele tenta'

Luan fez apenas oito jogos com a camisa do Santos e marcou um gol (Foto: Ivan Storti/Santos FC)


O técnico interino Orlando Ribeiro explicou e defendeu a escalação do meia Luan na derrota do Santos para o Botafogo por 3 a 0, no Nilton Santos, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador, emprestado pelo Corinthians, não deve ficar para a próxima temporada e atuou os 90 minutos no Rio de Janeiro.

- Em termos de ajudar no resultado, talvez ele não tenha ido bem como a equipe toda. Mas o Luan tenta, se dedica o tempo todo e tenta participar das jogadas. Isso é importante para nós. Sabemos que pelo menos tentando mais para frente talvez ele ajude e consiga um resultado positivo - avaliou.

Luan tem contrato até o final do Brasileirão e opção de renovação para a próxima temporada. A diretoria do Peixe já sinalizou que não deve prolongar o vínculo com o atleta.

- Não sabemos a questão dele, mas ele tentou neste jogo, não se escondeu e isso já conta. É um atleta experiente e que não tem medo de jogar. Para um meia armador isso é importante para nós. Ele tentou fazer algumas jogadas e ajudar na parte ofensiva - acrescentou o interino.

Desde agosto no Santos, o meia soma oito jogos, uma assistência e um gol marcado. Luan marcou na vitória do Santos sobre o Athletico-PR por 2 a 0, na Vila Belmiro, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro no dia 27 de setembro. Balançou as redes depois de ano, quatro meses e oito dias.

A última vez que Luan havia marcado foi na goleada do Corinthians por 5 a 0 sobre o Sport Huancayo, na Neo Química Arena, pela fase de grupos da Sul-Americana no dia 20 de maio de 2021.