Organizadores de Olimpíadas de Tóquio devem adiar decisão sobre limite de espectadores

·1 minuto de leitura
Tokyo 2020

TÓQUIO (Reuters) - Os organizadores das Olimpíadas de Tóquio indicaram nesta quarta-feira que devem adiar a decisão sobre o limite de espectadores nas instalações, possivelmente até junho, já que o ressurgimento de casos de coronavírus complica o planejamento.

Os organizadores dos jogos decidiram no mês passado que os espectadores internacionais não teriam permissão para entrar no Japão e afirmaram que decidiriam em abril quantos espectadores nacionais teriam permissão para entrar nas instalações.

Mas a presidente da Tóquio-2020, Seiko Hashimoto, disse em entrevista coletiva que a decisão levaria mais tempo, enquanto eles estudam a situação do coronavírus no país.

"Durante o mês de abril, gostaríamos de mostrar a direção que estamos tomando (de limites de espectadores), mas olhando para a situação daqui para frente ainda estamos considerando o momento para tomar a decisão final", disse ela, após um encontro virtual com o Comitê Olímpico Internacional.

O CEO da Tóquio-2020, Toshiro Muto, disse que uma decisão "pode vir em maio ou junho, dependendo da situação".

O Japão enfrenta uma quarta onda de casos de coronavírus, com Tóquio e outras áreas implementando restrições.

(Reportagem de Chris Gallagher)