Organizadores de Jogos de Pequim investigam acidente no luge após lesão de atleta polonês

·1 min de leitura
Atleta polonês do luge Mateusz Sochowicz durante os Jogos de Pyeongchang, em 2018

(Reuters) - Os organizadores da Olimpíada de Inverno de Pequim de 2022 iniciaram uma investigação depois que o atleta de luge polonês Mateusz Sochowicz se chocou com uma barreira fechada que deveria estar aberta durante uma sessão de treino na pista olímpica.

A Associação Polonesa de Esportes de Tobogã disse que Sochowicz passou por uma cirurgia bem-sucedida depois de fraturar a patela esquerda e cortar a perna direita até o osso no acidente de segunda-feira no Centro Nacional de Escorregadores de Yanqing.

Juan Antonio Samaranch, chefe da comissão de coordenação do Comitê Olímpico Internacional (COI) para os Jogos marcados para fevereiro, descreveu a situação como "muito infeliz".

"A pista, e as circunstâncias nas quais o acidente aconteceu, estão sendo investigadas tanto pela federação (de luge) quanto pelo comitê organizador com muita seriedade", disse ele aos repórteres nesta terça-feira.

"Se há lições a se aprender, como provavelmente haverá, nós as implantaremos, e temos tempo de sobra para implantar", acrescentou o espanhol.

Ele disse que a pista havia recebido "notas extraordinárias por sua segurança e sua qualidade" das duas federações internacionais que a usaram em eventos de teste.

Sochowicz disse que seu acidente poderia ter sido muito mais grave se ele não tivesse adotado uma ação evasiva.

"Soltei o sled e assumi a posição de um esquiador de downhill", contou ele ao portal polonês Onet.

(Reportagem adicional de Bartosz Dabrowski. em Gdansk)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos