Organizada do Palmeiras volta atrás e não encerrará atividades

A Mancha Alvi Verde, principal torcida organizada do Palmeiras, voltou atrás em sua decisão de encerrar as atividades. A decisão havia sido tomada após a morte de um dos fundadores e ex-presidente, Moacir Bianchi.

O homem foi encontrado morto em São Paulo e, de acordo com o boletim de ocorrência realizado, levou 22 tiros. Ele estava em seu carro, na região do Ipiranga, na Avenida Presidente Wilson.

Inicialmente, a Mancha havia informado o fim das atividades, por meio de suas redes sociais. Neste sábado, porém, usou a mesma ferramenta para anunciar a revisão da decisão.

“Estamos passando por um momento de reestruturação, e tambem em respeito ao luto pela morte do nosso fundador e ex – presidente Moacir Bianchi, a torcida pemanecerá com as suas atividades suspensas nos próximos dias”, diz o texto, revelando a suspensão das atividades, mas não o encerramento da torcida.

Confira a nota oficial da Mancha Alvi Verde:

Informamos através dessa nota que a torcida Mancha Alviverde não irá encerrar suas atividades.

Estamos passando por um momento de reestruturação, e tambem em respeito ao luto pela morte do nosso fundador e ex – presidente Moacir Bianchi, a torcida pemanecerá com as suas atividades suspensas nos próximos dias.

Pedimos para que todos os associados tenham compreensão e respeitem o momento que a entidade vem passando.

Em breve retornaremos com novas informações sobre a entidade.