Opositores a Jogos 2024 em Budapeste afirmam ter apoio para realizar referendo

Los Angeles e Paris são as outras cidades interessadas em sediar a 33ª edição dos Jogos Olímpicos 

Um novo grupo político húngaro afirmou, nesta sexta-feira, que conseguiu mais de 250 mil assinaturas em uma petição que solicita um reverendo para decidir se Budapeste manterá a candidatura para receber os Jogos Olímpicos em 2024. As Suprema Corte do país já rejeitou dois referendos sobre o tema, sendo que, na última, não houve tempo hábil para votação.

Segundo a Associated Press, o Momentum Movement (Movimento do Momento), um grupo de jovens entre 20 e 30 anos colheu 266.151 assinaturas, um número muito superior ao mínimo de 138 mil assinaturas exigidas.

- Mais de 250 mil signatários vieram conosco, então esse dinheiro deve ser gasto em hospitais modernos e escolas bem equipadas no lugar da Olimpíada - disse Andras Fekete-Gyor, porta-voz do Momentum.

Na prefeitura da capital húngara, o porta-voz cobrou o primeiro-ministro Viktor Orban e o prefeito Istvan Tarlos garantam a realização do referendo

- Não perguntar a opinião das pessoas a respeito da organização de uma Olimpíada na Hungria é uma grande omissão da parte deles.

Nesta sexta, mais cedo, o prefeito admitiu a possibilidade da retirada da candidatura caso um alto número de pessoas dessem suporte ao referendo porém, considerou uma traição a oposição abandonar a candidatura

A escolha da sede dos Jogos Olímpicos de 2024 ocorrerá em setembro, em Lima, no Peru. Além de Budapeste, concorrem Los Angeles e Paris, sendo a última a grande favorita.











E MAIS: