Opinião: Eu demitiria Tite da seleção

Yahoo Esportes
Tite tem duas derrotas e três empates nos últimos cinco jogos (Pedro Martins/Mowa Press)
Tite tem duas derrotas e três empates nos últimos cinco jogos (Pedro Martins/Mowa Press)

Se eu fosse presidente da CBF, Tite voltaria demitido da última excursão da seleção brasileira em 2019. A série de cinco jogos sem vitórias e o péssimo desempenho do Brasil há bastante tempo são os motivos que me levariam a dispensar o treinador.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A derrota por 1 a 0 para a Argentina foi das mais vexatórias dos últimos anos. Não pelo placar magro, mas pela diferença no futebol das duas seleções. Os hermanos, mesmo com um técnico totalmente inexperiente e um time de qualidade discutível, mereciam um placar muito mais elástico.

Leia também:

Foram 16 finalizações deles, contra seis brasileiras. Mas o número que chama atenção de fato é o de chances reais de gol: 11 contra uma. Tanto que o goleiro Alisson foi, de longe, o melhor em campo.

O Brasil não consegue jogar coletivamente. Individualmente, em quase todos os casos, os jogadores vão muito melhor em seus clubes do que com a camisa amarela. Firmino é um ótimo exemplo.

Várias das escolhas de Tite também explicam o motivo da demissão. A forma como ele lida com Neymar, a presença de William como titular, os poucos minutos a Rodrygo, Bruno Henrique e por aí vaí.

Você deve estar se perguntando: mas quem colocar no lugar dele? Pra mim, a resposta é óbvia: Jorge Jesus ou Jorge Sampaoli, os dois estrangeiros que fazem seus times jogarem muito bem de forma coletiva. Coletiva! Algo que falta na seleção de Tite há tempos.

Ah, mas Tite já viveu grande fase à frente do Brasil. Verdade. Assim que chegou, ele transformou o time que corria riscos de nem se classificar para a Copa do Mundo. Porém, aquela equipe que jogava muito bem nunca mais foi a mesma a partir das perdas de Paulinho e Renato Augusto. A dupla, que envelheceu, não tem substituto até hoje. E opções não faltam.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter


Leia também