OPINIÃO: Vítor Pereira precisa ficar no Corinthians

Vítor Pereira ajoelhado no gramado da Neo Química Arena (Foto Rodrigo Coca/Agência Corinthians)


Tudo indica que a ‘novela’ sobre a permanência ou não do técnico Vítor Pereira no Corinthians está para terminar - como já indicou algumas vezes, mas não se cumpriu. O fato é que com o Timão tendo confirmado a classificação à fase de grupos da Libertadores do ano que vem, o clube não tem mais o que brigar na temporada e cai o discurso de ‘foco na missão’.

+ Confira detalhes da terceira camisa e a nova linha do Corinthians em alusão ao Mundial do Japão

A família de VP tem viagem programada ao Brasil, no que será o último ato em busca de convencê-los que o ‘papai está bem’ e quer renovar com o Coringão. Mas essa permanência do treinador em território brasileiro precisa fazer bem também aos familiares do profissional. Que será totalmente positivo para ele próprio e também ao Corinthians está mais do que cristalino.

Vítor entendeu o que é o Timão, comprou a ideia do clube, está alinhado com a diretoria e não é refém de jogadores. O treinador corintiano já deixou claro que pode estar lidando com uma entidade no clube, se este atleta, no momento, não estiver rendendo, será cobrado e pode até ser preterido por alguém que esteja pedindo passagem. E isso é muito importante, já que antecessores de VP acabaram sucumbindo a algumas pressões do vestiário.

Vítor não é do estilo paizão acolhedor, mas é daqueles que mostram para o atleta que pode extrair o máximo dele. E se tem algo que jogador de futebol adora é ganhar. Por isso, ainda que a relação do elenco corintiano com Pereira seja fria, há respeito e o alinhamento em comum de jogar para ganhar.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule a reta final

Vítor Pereira sabe que o grupo possui algumas limitações, principalmente quando perde alguns atletas por lesão, o que aconteceu com recorrência nesta temporada, mas não pode reclamar da competitividade e que os seus jogadores sabem colocar a faca entre os dentes quando precisa.

Além disso, o mercado de treinadores está bastante escasso, principalmente com profissionais que tenham o perfil de Vítor Pereira, que se alinha fácil com a diretoria corintiana, que é de abraço ao projeto e dedicação total. Até mesmo Juan Pablo Vojvoda, que ganha cada vez mais status de ‘plano B’ no Corinthians, no caso de saída de Vítor Pereira, chegaria como uma incógnita. Mesmo tendo feito duas ótimas temporadas pelo Fortaleza, estando completamente alinhado com a diretoria do clube nordestino, o Leão do Pici não é o Timão, e o presidente Duílio Monteiro Alves não é o Marcelo Paz.

Todos sabemos que os motivos que podem tirar Vítor Pereira do Corinthians excedem ao futebol, mas no alto do egoísmo natural do torcedor, o corintiano está correto em abraçar o #FicaVP e apoiar a permanência do treinador português, mesmo ele tendo passado em branco e não conquistado títulos na sua primeira temporada. Pensando somente no clube, VP precisa ficar.