OPINIÃO: Holanda é uma das maiores decepções da Copa do Mundo


A Holanda chegou à Copa do Mundo sem o badalo de outras seleções, como França, Argentina e o próprio Brasil. Com uma nova geração, a Laranja precisava se reafirmar como candidata, mas, até o momento, fez o oposto disso. A equipe de Louis Van Gaal não encontrou muitas soluções para conjuntos mais fracos de Equador e Senegal, e pode ser classificada como uma das grandes decepções do Mundial.

O esquema de Van Gaal não funcionou até o momento. Com três zagueiros e dois alas, a Holanda teria uma proteção maior, mas não é o caso. Tanto Timbers, nesta sexta, quando De Ligt, na estreia, tiveram desempenhos abaixo do esperado. Aké também não foi bem no jogo contra o Equador. Van Dijk, o mais regular, e Noppert, a sensação do gol, não comprometem.

+ Gakpo, da Holanda, é um dos jogadores mais produtivos da Europa na temporada; entenda

A grande questão deste esquema é do meio-campo para frente. Frenkie De Jong e Cody Gakpo jogaram muito bem nas duas partidas e são um dos poucos destaques positivos da Holanda. Em compensação, Van Gaal mexeu em praticamente todo o setor e, mesmo assim, não obteve resultados. O atacante Bergwijn, do Ajax, é o 'bola murcha' até o momento.

A seleção holandesa gerou expectativa para a Copa do Mundo por conta da excelente campanha de Van Gaal à frente da equipe. Desde que o treinador assumiu, a Holanda não perdeu, se classificou em primeiro lugar nas Eliminatórias e foi muito bem na Nations League.

VEJA NÚMEROS DE VAN GAAL PELA HOLANDA

18 jogos
13 vitórias
5 empates
2,39 média de gols marcados

+ Seleção Brasileira: LANCE! publica podcast especial 'Caminho do Hexa'


Outro fator que mais impressiona é a quantidade de mexidas promovidas por Van Gaal que, mesmo assim, não surtiram efeito. Klaasen entrou bem na estreia e marcou, mas foi muito abaixo contra o Equador. Depay teve 45 minutos para demonstrar a que veio e decepcionou, com praticamente nenhuma oportunidade clara.

Lance em Holanda x Equador
Lance em Holanda x Equador

A Holanda sofreu com as investidas do Equador (EFE/ Rodrigo Jiménez)

É claro que a pressão é algo a ser analisado. Mais da metade dos jogadores da Holanda nunca disputaram uma Copa do Mundo. A Laranja Mecânica vive momento de 'entre-safra' e sequer disputou o último Mundial, da Rússia. Van Gaal chegou a comentar sobre o assunto, mas cobrou alguns atletas em coletiva após a vitória sobre Senegal.

A verdade é que, como mencionado, a Holanda é uma das grandes decepções desta Copa do Mundo. O toque de bola não é objetivo, De Jong e Gakpo estão sobrecarregados e a defesa, que era para ser o ponto forte da seleção, cede muitos espaços. No entanto, em um grupo com Senegal, Equador e Qatar, a classificação está próxima.

+ Entenda por que Memphis Depay, da Holanda, não usa sobrenome no uniforme

A Laranja enfrenta os anfitriões nesta terça-feira, às 12h (de Brasília), no Estádio Al Bayt. Com quatro pontos conquistados, a Holanda precisa apenas de um empate para garantir a classificação sem depender de resultados paralelos. Caso vença, a equipe de Van Gaal terminará na liderança do Grupo A.