Operação cumpre mandados de busca e apreensão e prisões contra o PCC em 11 estados

Yahoo Notícias
Forças integradas cumprem 212 mandados de busca e apreensão, e de prisão, distribuídos em 71 municípios localizados em quatro regiões brasileiras (Foto: Agência Brasil)
Forças integradas cumprem 212 mandados de busca e apreensão, e de prisão, distribuídos em 71 municípios localizados em quatro regiões brasileiras (Foto: Agência Brasil)

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de Alagoas (SSP-AL) e o Ministério Público (MP) do Estado de Alagoas deflagraram, nesta terça-feira (28), a Operação Flashback II, que tem como foco desarticular uma nova composição da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) no Mato Grosso do Sul.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Segundo a SSP, as forças integradas cumprem 212 mandados de busca e apreensão, e de prisão, distribuídos em 71 municípios localizados em 11 estados.

Para os investigadores, é desse novo núcleo, localizado no Centro Oeste brasileiro, que “saem as ordens de justiçamento para todo Brasil”.

As investigações da Operação Flashback II observaram as mulheres ligadas ao PCC que, segundo a Polícia Civil de Alagoas, têm “notado avanço na ocupação de cargos de chefia no organograma da organização criminosa e perfil igualmente violento quanto o dos homens da facção quando definem julgamentos ocorridos nos tribunais do crime”.

Leia também

O núcleo compostos por mulheres, chamado de Damas do Crime, é composto por 18 mulheres e apenas um homem. Segundo a SSP, no total, são 40 mulheres alvos de mandados de prisão e busca e apreensão, que correspondem a 18% do total de alvos da operação.

A primeira fase da operação ocorreu em novembro de 2019, onde foram cumpridos 110 mandados e 81 pessoas foram presas. No entanto, apenas sete mulheres foram alvo de mandado judicial.

Os mandados são cumpridos em Alagoas, Pernambuco, Ceará, Bahia, Paraíba, Piauí, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

Leia também